Domingo, 07.05.17

telheiras.png

 

 

Melech Mechaya e Minta & The Brook Trout no Festival de Telheiras

O Festival de Telheiras já é um marco na comunidade. Comemora 10 anos desde a sua criação, embora seja esta a sua 8ª edição, que se realiza de 10 a 21 de Maio pelos diversos espaços públicos e culturais do bairro.

Numa iniciativa que continua a ser única em Lisboa, pela forma comunitária da organização, pelo número de entidades e actores locais envolvidos e pela filosofia de reforço do sentimento de bairro e da sua identidade, o Festival volta a marcar a diferença pelo equilíbrio e pluralidade das actividades que oferece.
 
A organização, optou este ano por estender as datas do Festival para que a comunidade possa usufruir mais calmamente das mais de 40 actividades promovidas pelo comércio local, pessoas do bairro, grupos de fora e instituições interessadas em participar e dar mais vida e cultura a Telheiras.
 
O Festival, não obstante de ser centrado em Telheiras, é pensado para toda a cidade e continua a apresentar uma programação eclética e dedicada a todos os públicos.

 

A música estará em destaque este ano, com a apresentação de projetos que vão desde as bandas do bairro, até a nomes mais consagrados no panorama nacional. Em destaque, a fusão de vários sons e culturas do mundo dos Melech Mechaya, que prometem fazer a festa com a apresentação do seu novo disco "Aurora" (20/05 - 22:00); o carácter indie de Minta & The Brook Trout, que apresenta o seu novo EP ROW  (19/05 - 21:00); a exploração sonora de Produtos Biológicos Grátis e de Nuno Sanches (13/05); o hip hop do bairro de Estraca (19/05 - 19:00) ; o jazz do Hot Clube; o rock clássico dos Waste & The Candyman (17/05 - 21:30), até à música tradicional dos Torga (18/05 - 21:30). O percurso musical do Festival promete tocar em vários estilos e agradar a muitos ouvidos.
 
Durante a semana as actividades programadas disseminam-se pelos diferentes espaços públicos e espaços culturais do bairro que acolhem workshops de gastronomia e saúde, debates temáticos, Hora do Conto para crianças e pais, Teatro, iniciativas de rastreios de saúde e atividades desportivas e muito mais. No cinema, destaca-se a exibição do filme Dheepan sobre a integração de refugiados que foi Palma de Ouro em 2015.
 
No fim-de-semana, dias 19, 20 e 21 de Maio, a festa concentra-se no jardim de Telheiras, junto à saída do Metro. Os dias são dedicados ao convívio e lazer com a Feira da Tralha (venda de artesanto e coisas em 2ª mão) e do Comércio Local, actividades holísticas e de desporto e um espaço dedicado às crianças com insufláveis e muitas surpresas. Pela noite usufrui-se dos petiscos acompanhados de concertos que começam pelas 19h00.
 
O Festival é organizado pela Parceria Local de Telheiras e pela Junta de Freguesia do Lumiar, com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa. Surgiu em 2007 e cresceu do empenho e dinamismo de um grupo de jovens moradores que assumiram o compromisso de alavancar este movimento de aproximação de realidades, de pessoas e de serviços.
 
O Festival apresenta-se como uma forma de impulsionar a participação ativa da comunidade, estimulando um sentimento de pertença e de identidade, refortalecendo os laços de vizinhança.



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 19.05.16

telheiras.jpg

 

FESTIVAL DE TELHEIRAS: UM BAIRRO EM FESTA

 
O Festival de Telheiras foi adiado para os dias 20, 21 e 22 de Maio, por questões meteorológicas. Agora o Sol promete um fim-de-semana em grande repleto de atividades para todas as idades e gostos. As ruas vão encher-se de vida e movimento neste Festival de aproximação entre pessoas e instituições, de reconhecimento mútuo e de celebração da identidade do bairro.
 
A festa concentra-se no mais icónico jardim de Telheiras, junto à saída do Metro. A programação convida a que se desfrute em família dos jardins públicos, com música e petiscos, dança e desporto, exposições e workshops e atividades holísticas pensadas para pais e filhos.
 
Destaca-se ao longo do dia, a Feira da Tralha (venda de artigos em segunda mão e artesanato) e o espaço dedicado às crianças com insufláveis, balões, pinturas faciais, brinquedos, jogos de tabuleiro e muitas surpresas.  
 
Pela noite, usufrui-se dos petiscos acompanhados de concertos que começam pelas 20h00. A noite de sexta é dedicada a músicos residentes no bairro como Katya Spencer, Flow na Kara e Banho Maria. E no Sábado convida-se a um fim de dia ao som de Jazz, seguido pela banda Neon Sun e o rock 100% português dos Dona Elvira, que apresenta o seu álbum de estreia, intitulado “Histórias e Segredos” que foi lançado em Fevereiro.
 
Estando na sua sétima edição, o Festival é organizado pela Parceria Local de Telheiras, uma rede de grupos formais e informais com quase 30 membros e conta com o apoio da Junta de Freguesia do Lumiar e Câmara Municipal de Lisboa. Surgiu em 2007 e cresceu do empenho e dinamismo de dois jovens moradores que assumiram o compromisso de alavancar este movimento de aproximação de realidades, de pessoas e de serviços.

Telheiras é Festival e muito mais. Venha desvendar um bairro plural, onde há sempre algo mais a descobrir.
 
 


publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Melech Mechaya e Minta & ...

FESTIVAL DE TELHEIRAS: UM...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds