Terça-feira, 04.03.14

Berg Mundo

 

Berg foi o grande vencedor do Programa de revelação de talentos Factor X, através do qual vê agora o seu talento reconhecido.

 

Durante vários anos, Berg partilhou o palco com alguns dos maiores artistas portugueses, como backing vocal e guitarrista. Dono de uma voz singular, intérprete irrepreensível, multi instrumentista e compositor.

Berg grava em 2009 o álbum a solo “Mundo”.

 

A vitória de Berg no Factor X, é um bom motivo para se redescobrir “MUNDO”, um disco entre a pop e a soul que conta com participações especiais de Rui Veloso (guitarra e voz no tema “E TU”) e Pedro Abrunhosa (Piano no tema “Só um minuto”). Um disco surpreendente tanto ou quanto a participação de Berg no programa!



publicado por olhar para o mundo às 18:22 | link do post | comentar

Segunda-feira, 10.02.14

Berg venceu o Factor X

E na grande final do Factor o vencedor foi...Berg, o muito previsível e anunciado vencedor, demonstrando mais uma vez a previsibilidade dos talent show´s.
 Sempre que surge um novo programa de caça de talentos, surge a grande expectativa de ver quem será o vencedor. Em todos eles, a meio do programa já quase que sabemos quem irá ganhar e no fim ficamos com uma sensação de vazio pois foi tudo muito previsível. Tudo isto aconteceu no Factor X.

Na última gala os concorrentes interpretavam três temas, sendo que no final dos dois primeiros, um dos concorrentes, o menos votado pelo público, ficava automaticamente eliminado. No terceiro tema, era a última oportunidade de os dois finalistas esgrimirem argumentos pelo primeiro lugar. O vencedor foi apenas e só escolha do público.

No primeiro tema os concorrentes interpretaram o tema que mais os marcou ao longo do programa. Mariana com "Who´s loving you", Berg com "Chuva" e D8 com uma letra dedicada à sua avó no tema "És a mulher da minha vida" colocaram o público em alvoroço recolhendo os três concorrentes muitos elogios dos jurados.

Os convidados especiais desta semana foram os The Gift e o brasileiro Silva. Os The Gift interpretaram um medley com alguns dos seus maiores sucessos como "Fácil de entender", "Music" e "RGB" numa actuação onde Sónia Tavares satisfez a grande vontade dos fãs de a verem cantar no Factor X.

Sónia Tavares revelou que "estamos a gravar um disco, ainda estamos muito no inicio da gravação do mesmo, por isso ainda não podemos dizer muito acerca do mesmo. Além da gravação do mesmo reservámos o verão para concertos para podermos estar com o nosso público".

Mariana abriu a segunda ronda de actuações com "All of me" de John Legend numa actuação arrepiante. É incrível o que consegue fazer em palco, a paixão que transmite, o modo como se liberta. Destaque ainda para a cenografia que ajudou a criar um ambiente fabuloso na sua actuação. Os jurados renderam-se perante tanto talento.

O sempre imprevisível D8 dedicou um tema às suas fãs, "Vocês são tudo" e é impressionante ver o histerismo das sua fãs, sempre que D8 aparece, canta ou simplesmente é dito o seu nome. D8 mais uma vez disse tudo o que sentia nesta letra perante aqueles que tanto o apoiam. Os jurados destacaram a evolução do concorrente.

Berg interpretou "You give me something" de Jame Morrison e esteve mais uma vez bem. As qualidades vocais de Berg não podem ser questionadas, apenas a vantagem que leva sobre todos os outros artistas devido a toda a sua carreira de músico. Os jurados elogiaram um "extraordinário intérprete".

Após estas duas actuações, D8 era até então o concorrente menos votado, sendo assim eliminado do Factor X. Previsível, muito previsível dada a pouca adesão que o Hip-Hop tem em Portugal. Antes de sair do palco ainda interpretou "Dialectos da ternura" dos Da Weasel com mais uma letra da sua autoria.

Seguiu-se a actuação do brasileiro Silva que interpretou "A visita", um tema que faz parte da banda sonora de "Sol de Inverno" da SIC. O cantor mostrou-se muito satisfeito por estar em Portugal e ver o seu talento reconhecido.

Mariana trouxe na sua última aparição no palco do Factor X o tema "Do What U Want" de Lady Gaga numa actuação cheia de ritmo e sensualidade. Paulo Junqueiro voltou a referir que "cantas lindamente e és o presente e futuro da música em Portugal".

Para a última actuação da noite e no Factor X, Berg interpretou "Let's Stay Together" de Al Green e esteve irrepreensível. Poder vocal extraordinário e boa presença em palco fez com que terminasse a participação no Factor X em beleza.

Houve ainda tempo para Sónia Tavares acompanhado por Nuno Gonçalves ao piano interpretar "Primavera" dos The Gift. Letra fortíssima numa voz poderosa acompanhada de forma sublime ao piano.

Depois de encerradas as votações, Berg foi então anunciado como vencedor numa decisão sem nenhum suspense e que era bastante previsível dada a quantidade de fãs que conquistou ao longo do programa.

No final revelou que "ainda não aterrei deste sonho, mas estou muito feliz, a única coisa que me preocupa é que o Manzarra tem as chaves do meu carro e eu não vejo o carro" disse entre risos relativamente ao carro que recebeu como prémio juntamente com 100 mil euros e a gravação de um disco pela Sony Music Portugal.

Em declarções à imprensa, revelou ainda que "durante o dia estive muito tenso, ansioso e com um nervossimo que é saudável antes de subir ao palco".

Os apresentadores do programa João Manzarra e Bárbara Guimarães afirmaram "que havia três fortes candidatos e que qualquer um podia vencer. Coube ao Berg e merece ser felicitado por isso" acrescentando que "houve vários momentos marcantes ao longo do programa, inclusive actuações que de tão distintas se tornaram especiais".

Paulo Junqueiro revelou que "o disco que será lançado será efectuado com toda a dedicação, com grande divulgação e de modo que vingue. Não vale a pena fazer um disco para colocar na gaveta" acerca da gravação do disco de Berg pela Sony Music Portugal.

Paulo Ventura felicitou "Berg pela vitoria visto que era um dos grandes favoritos. Todos sabem que a minha favorita era a Mariana mas ele também mereceu".

Sónia Tavares estava "muito feliz por mim e pelo Berg pois é o concretizar de um trabalho de alguns meses e ele merece por tudo o que fez e lutou" acrescentando ainda que "foi especial ter terminado o Factor X a actuar com os The Gift pois era uma responsabilidade acrescida visto que andei durante meses a dar na cabeça aos outros e agora não podia falhar mas acho que correu bem".

E foi assim com toda a naturalidade e previsibilidade que Berg venceu a primeira edição do Factor X em Portugal. Será mais uma estrela fugaz da música ou este é o ponto de partida para uma grande carreira?
Retirado de HardMúsica


publicado por olhar para o mundo às 12:53 | link do post | comentar

Domingo, 09.02.14

 

Letra

 

 

As coisas vulgares que há na vida
Não deixam saudade
Só as lembranças que doem
Ou fazem sorrir

Há gente que fica na história
da história da gente
e outras de quem nem o nome
lembramos ouvir

São emoções que dão vida
à saudade que trago
Aquelas que tive contigo
e acabei por perder

Há dias que marcam a alma
e a vida da gente
e aquele em que tu me deixaste
não posso esquecer

A chuva molhava-me o rosto
Gelado e cansado
As ruas que a cidade tinha
Já eu percorrera

Ai... meu choro de moça perdida
gritava à cidade
que o fogo do amor sob a chuva
há instantes morrera

A chuva ouviu e calou
meu segredo à cidade
E eis que ela bate no vidro
Trazendo a saudade




publicado por olhar para o mundo às 22:05 | link do post | comentar

Segunda-feira, 03.02.14

Factor X: José Freitas eliminado e já a pensar em gravar um disco

José Freitas foi o concorrente eliminado na última gala do Factor X deixando Mariana, Berg e D8 a competir entre si pelo primeiro lugar.

 

Para além de interpretarem um tema escolhido pelos seus mentores, os concorrentes cantaram um dueto com grandes nomes da musica portuguesa.

Berg abriu a noite ao lado de Pedro Abrunhosa com o tema "Para os braços da minha mãe" do seu mais recente disco, "Contramão" que já atingiu a dupla platina. O contraste vocal resultou na perfeição transmitindo todo o sentimento da letra.

"É um momento crítico em que o país perde os seus melhores, aqueles que poderiam ser o futuro é que são obrigados a partir" referiu Pedro Abrunhosa.

José Freitas interpretou "One" do U2 em dueto com Rita Guerra numa actuação onde o poder vocal dos intervenientes pôde ser apreciado na sua melhor forma.
A cantora portuguesa revelou que em 2014 haverá um "novo trabalho (...) onde pretendo sempre inovar um pouco mas sem nunca perder a minha identidade".

Seguiu-se um excelente momento com Mariana em conjunto com Áurea com o tema "Star" com uma excelente coordenação entre as duas, as vozes a funcionarem na perfeição tanto nos solos como em coro. "Vocês tem aqui um talento que não têm noção" disse Áurea acerca de Mariana no final do tema.

O rappaer D8 actuou ao lado de um dos seus ídolos, Dengaz, e juntos brilharam com o tema "Eu consigo" transmitindo uma mensagem de força, de não nos resignarmos com aquilo que os outros possam dizer ou pensar. "Eu revejo-me um pouco nele quando comecei a minha carreira" disse Dengaz acerca de D8 elogiando o talento do rapper.

Mariana trouxe-nos surpreendentemente "Desfado" de Ana Moura e tudo o que se possa dizer será pouco. O Fado será talvez o género musical mais sensível e Mariana entendeu o tema, percebeu o carisma de quem o interpreta e conseguiu uma excelente performance. Paulo Ventura indicou que "espero que ganhes este programa".

Berg interpretou "Dance Little Sister" de Terence Trent D'Arcy e esteve "irrepreensível" porque "tu berguizaste a canção" pois "tu és um dos melhores" como indicaram os mentores.

D8 emocionou tudo e todos com "Feliz dia do Pai" um tema de sua autoria onde fala da ausência do pai na sua vida. Momento de fortes emoções que sensibilizou apresentadores mas acima de tudo jurados com Sónia Tavares, Paulo Ventura e Junqueiro a deixarem cair algumas lágrimas.

O rapper em conversa com os jornalistas disse "acerca do tema não direi mais nada, o que há para dizer está na letra" acrescentando que chegar a esta fase "não estava de todo à espera mas é a recompensa por todo o meu esforço, pelas horas sem dormir".

José Freitas com o tema "Burning Heart, de Survivor trouxe alegria ao publico numa interpretação enérgica, com excelente colocação de voz e correcta postura em palco.

Após encerramento das votações D8 e José Freitas foram os menos votados pelo publico e coube a Paulo Ventura salvar um deles. Ventura salvou D8.

José Freitas no final do programa revelou "que não posso estar triste, seria ingrato dizer isso pois chegar aos quatro finalistas é algo de muito bom. Esta eliminação não é o final de nada mas sim o inicio de tudo" revelando que "o caminho a seguir será o de gravar um disco e dar concertos".

O Jornal Hardmusica questionou se o disco será gravado com Junqueiro ou Ventura ao que José Freitas respondeu "não sei, ambos mostraram interesse, vamos ver".

O Factor X foi como habitualmente apresentado por Bárbara Guimarães e João Manzarra e começa a ser cansativo e repetitivo ver as gralhas que vão sendo cometidas. Enganos no nome dos artistas, enganos nas linhas telefónicas e excesso de protagonismo de Manzarra, pois como diz o ditado "mais vale cair em graça do que ser engraçado" e o apresentador já deveria ter percebido isso.

O Factor X regressa para a última gala no próximo Domingo numa gala onde já está confirmada a presença dos The Gift.

 

Retirado do HardMúsica



publicado por olhar para o mundo às 19:21 | link do post | comentar

Segunda-feira, 09.12.13

Factor X

 

O Factor X teve no passado dia 08 de Dezembro a sua segunda gala onde era grande a expectativa para ouvir os Il Divo.

 

Apresentado por Bárbara Guimarães e João Manzarra, nesta gala houve também a participação de um Robot, o qual não se entende qual o efeito pretendido. João Manzarra mostrou-se nervoso durante o programa, pecando na dicção, algo nada habitual. 

O júri foi como habitualmente composto por Sónia Tavares, Paulo Junqueiro e Paulo Ventura mentores das categorias adultos, jovens e grupos respectivamente. 

Coube aos X4U abrirem a noite no que a actuações diz respeito, interpretando “Blurred Lines”, tema escolhido pelo seu mentor Paulo Ventura, com uma actuação onde se notou uma evolução comparativamente à semana anterior. Os jurados acabaram por concordar eu a banda pode fazer melhor, indicando que nem todos os elementos estão ao mesmo nível. 

Sara Ribeiro trouxe-nos o intemporal “We don t need another hero” de Tina Turner, escolhido por Sónia Tavares, numa actuação cheia de garra, sobressaindo a sua poderosa voz. O rock é a sua praia, sendo notória o seu à vontade neste género musical. Actuação considerada “poderosa” por parte dos jurados. 

Berg viu a sua mentora Sónia Tavares escolher o tema “Purple Rain” de Prince. O cantor esteve irregular, existindo pouca familiaridade com a guitarra, pouca emoção na interpretação do tema e um nervosismo que o impediu de atingir todo os seu potencial. Esta mesma situação foi reconhecida pelos jurados. 

A jovem Rita interpretou “Breack on trough” dos The Doors, num tema no qual o arranjo foi perfeito, a voz poderosa e a presença em palco arrebatadora. Sónia Tavares chegou mesmo a indicar que a vê “a actuar em grandes palcos internacionais” enquanto o seu mentor Paulo Junqueiro se declarou “muito feliz” com a prestação. 

O jovem rapper D8 mais uma vez interpretando uma letra sua no tema “Every Breath you lake” numa actuação na qual a construção da letra não foi a melhor, tendo como agravante o facto de a sua voz ser abafada no refrão pelo playback. Actuação esforçada mas sem o brilho e o potencial que todos lhe reconhecem. Segundo os jurados “actuação pouco feliz” reconhecendo-se também a “notável capacidade de trabalho” de D8. 

Os Yeah!Land trouxeram “Your Song” de Elton Jonh numa actuação poderosa, mágica e de um talento incrível. Bastante aplaudidos pelo público, foram também elogiados pelos jurados. Sónia Tavares chegou mesmo a indicar que “são o meu grupo favorito”, Junqueiro disse terem estado impecáveis enquanto o mentor Paulo Ventura disse “nunca ter visto nada assim num programa de talentos”. 

Jair, cuja mentora Sónia Tavares escolheu o tema “Back to black” de Amy Winehouse proporcionou uma actuação onde a qualidade da sua voz compensou a pouca expressividade evidenciada, não atingindo todo o seu potencial. Segundo os jurados o cantor “esteve um pouco preso”. 

Seguiram-se as Cupcake, com o tema “Candyman” de Christina Aguilera, notando-se uma evolução comparativamente à semana anterior, destacando-se a afinação, que foi perfeita. Entre a opinião dos jurados destaca-se a indicação de “afinação perfeita” por parte de Sónia Tavares e da “entrega muito grande” revelada por parte do seu mentor Paulo Ventura. 

Os Aurora trouxeram o emblemático “Só gosto de ti” dos Heróis do Mar numa versão mais fresca, menos pesada, com um arranjo que apesar de arriscado, resultou muito bem. Para Paulo Junqueiro “estão cada vez melhores”. Já o seu mentor Paulo Ventura fez questão de indicar que “não são uma boys band mas sim um grupo”. 

A açoriana Mariana brilhou mais uma vez com a sua poderosa voz, mostrando toda a sua versatilidade artística, tudo isto com apenas 16 anos. Interpretou “Turning tables” de Adele recebendo de Sónia Tavares o agradecimento “pelo momento lindo que proporcionaste”. Já Paulo Ventura “com grande dureza e alguns nervos constato que és extraordinária”. O seu mentor Paulo Junqueiro revelou espanto por tanto talento em tão tenra idade. 

De seguida veio um dos grandes momentos da noite. José Freitas teve provavelmente a melhor actuação da noite com o tema “Bandoleiro” de Ney Matogrosso. Excelente colocação de voz, uma alma imensa e uma presença em palco “monstruosa”. “Irrepreensível” e “extraordinário” foram alguns dos adjectivos usados pelos jurados. 

Coube a Diogo Santos fechar a noite com o tema “Unchain my heart” de Joe Cocker com a subtileza e qualidade como imagens de marca. Foi considerado por Paulo Junqueiro como “um fora de série” e por Paulo Ventura como “um cantor extraordinário”. Bastante aplaudido pelo público. 

Os Il Divo, na provavelmente mais aguardada actuação da noite interpretaram “Can you feel love to night” exibiram o romantismo que os caracteriza e que já permitiu ao longo da carreira venderem mais de 26 milhões de discos em todo o mundo. “A musical affair”, o seu novo disco, “é um novo caminho dos Il Divo mais baseado na Broadway e nos musicais”, segundo os próprios. 

Após encerramento das votações, as Cupcake e Rita foram as menos votadas pelo público e como tal tiveram que actuar mais uma vez para os jurados decidirem quem seria elinada. As Cupcake foram salvas pelo seu mentor e por Sónia Tavares. 

Rita confessou no final do programa “estar satisfeita com o que fiz”, pois “isto é um jogo”, não mostrando “tristeza” por ter sido eliminada. 

Paulo Ventura, mentor dos grupos, revelou ao Jornal Hardmusica que o seu maior desafio “é fazer os grupos evoluir, algo que já faço na minha vida profissional”. 

A escolha dos temas, que tanta polémica tem dado, “é realizada como desafio. Para que eles trabalhem, para que apresentem trabalho, não criando algo óbvio, provavelmente para as Cupcake terei que passar a ser mais óbvio na escolha dos temas, pois dá a ideia de que lá em casa não conseguem ver a qualidade e o trabalho que elas tem vindo a desenvolver”. 

O Factor X regressa no próximo Domingo com mais boa música e com muito talento por revelar.

 

Retirado do HardMúsica



publicado por olhar para o mundo às 15:18 | link do post | comentar

Segunda-feira, 02.12.13

Factor X: Três eliminados na primeira gala


Factor X: Três eliminados na primeira gala

O Factor X na SIC iniciou ontem, 01 de Dezembro a fase das Galas em directo com os 15 finalistas.

 

Antes do programa iniciar Júlia Pinheiro, directora de conteúdos do canal, anunciava-nos “um grande espectáculo de puro entretenimento” apresentado por Bárbara Guimarães e João Manzarra, escolhidos "por serem as nossas maiores estrelas".

 

Os concorrentes foram dividos em três grupos: jovens, adultos e grupos cujos mentores são Paulo Junqueiro, Sónia Tavares e Paulo Ventura respectivamente.

 

Paulo Junqueiro antes do programa indicou-nos estar “nervoso” esperando “que seja um dos meus a ganhar o programa”.

 

Nos castings a escolha foi “muito complicada, até porque houve uma altura em que tinha 60 pessoas para apenas oito lugares”, acrescentou.

A primeira actuação da noite coube a Dário Ferreira, artisticamente conhecido como Daduh King, que interpretou “Make Love” dos Room 5. Actuação elogiada pelos três jurados, com a ressalva de Paulo Junqueiro e de Paulo Ventura de este ser o género musical que melhor se lhe adapta, indicando a acção protectora da sua mentora Sónia Tavares.

 

A  jovem açoriana Mariana interpretou “Irreplaceable” de Beyoncé, numa actuação toda ela enérgica e de grande qualidade. Paulo Ventura indicou mesmo que “irrita-me solenemente que o Paulo Junqueiro retire o melhor de ti e tu tenhas tanto para lhe dar”.

 

O primeiro grupo a actuar foram os Yeah!Land que interpretaram “Prove Mary” de Tina Turner com um novo arranjo musical e uma coreografia “na medida certa” como indicou Paulo Junqueiro.

 

Seguiu-se a jovem Mafalda com “Firework” de Katy Perry numa actuação de grande qualidade vocal, mostrando progressos relativamente aos desempenhos obtidos nos castings, algo reconhecido pelos jurados.

 

Sónia Tavares anunciou de seguida mais um elemento do seu grupo, José Freitas para a interpretar “She” de Elvis Costello, numa actuação onde mostrou a versatilidade da sua voz. Os jurados elogiaram a actuação, sendo que para Paulo Junqueiro e Paulo Ventura a escolha do tema por parte de Sónia Tavares não foi a mais correcta por não permitir mostrar todo o potencial do concorrente.

 

Para os X4U, Paulo Ventura escolheu um tema dos One Direction, “What makes you beautiful”, mais uma vez com um novo arranjo tanto nas guitarras como na voz, que resultou em cheio. Contudo para Paulo Junqueiro, na sua apreciação indicou que o arranjo foi “relativamente pobre”.

Seguiu-se Jair, que interpretando “Thats Life” agradou tanto ao público como ao júri. Na apreciação dos jurados não foram realizados reparos ao concorrente e não sendo criticada a escolha da música por parte de Sónia Tavares.

 

Sónia que anunciou de seguida a Sara que nos trouxe “Keep the faith” de Bon Jovi, bem de acordo com a sua postura e voz rock. Uma escolha de tema excelente e uma interpretação de igual qualidade.

 

Diogo, um dos jovens que mais promete neste programa, interpretou “Georgia on my mind” de Ray Charles de forma magistral. Os jurados ficaram todos eles bastante agradados com a performance.


O grupo Aurora recordou depois um dos grandes nomes da musica portuguesa, António Variações com a “Canção do engate”. Mais uma vez Paulo Ventura arriscou com um novo arranjo musical não desfigurando a essência deste mítico tema.

 

Seguiu-se o artista que mais arrisca neste programa. A definição de artista surge do facto de o tema interpretado ser  também escrito por si, isto quanto tem apenas 16 anos. D8, apaixonado pelo rap cantou e encantou com “Best Day Ever”. Jurados rendidos ao seu talento e ao seu empenho, sendo inclusive considerado “como o mais trabalhador” de todos os concorrentes por Sónia Tavares

 

As Netas do Fado interpretaram “Porto Sentido” de Rui Veloso. Uma música que não foi escrita para fado interpretada por duas concorrentes pouco à vontade fora do género musical que trazem no nome. Uma actuação esforçada mas sem grande brilho.

 

A jovem Rita interpretou “Apologize” dos One Republic, num género musical que não é o seu “habitat natural” mas onde mais uma vez a sua entrega e a sua voz sobressaíram. O seu mentor Paulo Junqueiro foi bastante criticado pela escolha do tema por parte dos seus colegas jurados.

Berg, o concorrente com mais experiencia de palco de todos os candidatos interpretou “Right to be wrong” de Joss Stone. Berg recolhe preferência por parte dos jurados desde os castings, sendo esse reconhecimento extensível ao publico que o aplaudiu bastante.

 

As Cupcake encerraram a noite com “Single ladies” de Beyoncé numa actuação descolorida, nervosa mas bastante esforçada. Faltou uma coreografia mais dinâmica a acompanhar o tema.

 

Esta primeira gala teve como convidado o cantor de reggae do momento em Portugal, Richie Campbell que colocou o público a dançar e cantar o tema “Thats how we rol”.

 

Após encerramento das votações do público, os jurados tinham que eliminar um dos seus dois concorrentes menos votados. A escolha recaiu em Netas do Fado, Daduh King e Mafalda.

 

João Manzarra e Bárbara Guimarães no final mostraram-se “felizes com o programa”. Para Manzarra “foi uma gala emocionante a todos os níveis e para mim fiquei especialmente emocionado por ver tanto talento já eliminado nesta primeira gala”.

 

Já Bárbara optou por elogiar “um grande palco, um belíssimo cenário”, opinião reforçada por Manzarra para quem o cenário “está dez anos à frente”.

 

Bárbara e Manzarra indicaram ainda que se sentiram “tranquilos durante o programa, não tendo nenhuma ansiedade, até porque ensaiámos bastante”.

 

Já Daduh King, um dos eliminados, não se mostrou nada “desiludido. Eu já tenho a minha carreira e as minhas fãs. Este programa era um complemento à minha carreira”. Rematou indicando que “a Sónia Tavares tomou a decisão correcta”.

 

O Factor X volta no próximo Domingo, num caminho que levará um dos concorrentes ao prémio de 100 mil euros, a um automóvel e à gravação de um disco pela Sony Music Portugal.

 

Retirado do HardMúsica



publicado por olhar para o mundo às 23:56 | link do post | comentar

Terça-feira, 26.11.13

Factor X: Definidos os 15 finalistas para as galas


Factor X: Definidos os 15 finalistas para as galas

No passado dia 24 de Novembro, foram revelados os 15 finalistas que irão estar nas galas do Factor X.

 

A vocalista dos The Gift, Sónia Tavares, seleccionou com a ajuda do seu convidado Paulo Praça, os convidados Dário Ferreira, Jair Neves, José Freitas, Sara Ribeiro e Teófilo Sonnemberg na sua categoria de Adultos.

 

O mentor dos Jovens, Paulo Junqueiro, com a ajuda da cantora portuguesa Aurea escolheu Diogo Santos, Diogo Valente, Mafalda Gomes, Mariana Rocha e Rita Cabreira para estarem presentes nas galas.

 

Nos grupos, cujo mentor é PauloVentura os cinco magníficos escolhidos foram Bring Us Tomorrow, Helis&Ela, Netas do Fado, The Proof e X4U.

 

As galas terão inicio no próximo Domingo, dia 01 de Dezembro, que terá a apresentação a cargo de Bárbara Guimarães e João Manzarra.

 

O público terá a partir de agora também um papel activo através do voto telefónico para decidir quem elimina e quem passa às galas seguintes até à grande final.

 

Relembramos que o vencedor do Factor X ganhará para além de 100.000 euros a oportunidade de gravar um disco com a Sony Music Portugal.


Retirado do HardMúsica



publicado por olhar para o mundo às 00:53 | link do post | comentar

Domingo, 17.11.13

 

Letra

 

 

When I had you (had you) 
I treated you bad and wrong my dear
and girl since, since you went away 

Don't you know I sit around 
with my head hanging down?
And I wonder who's loving you

I should have never, ever, ever, made you cry
and girl since, since you've been gone

Don't you know I, sit around, 
with my head hanging down?
And I wonder who's loving you

Life without love, huh ...
It's oh so lonely I don't think, I don't think!
I'm gonna make it all my life, all my life baby yeah
I've been lost to you only come on and take it, girl
Come on and take I, because... 
All, all I can do, all I can do since you've been gone is cry 
And don't you ever wonder 
Or worry your head of what I do? 

Don't you know I sit around 
with my head hanging down?
And I wonder who's loving you




publicado por olhar para o mundo às 22:50 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Berg, revisitar "Mundo", ...

Berg venceu o Factor X

Chuva ( acústico ) Berg n...

Factor X: José Freitas el...

Factor X - Segunda gala

Factor X: Três eliminados...

Factor X: Definidos os 15...

Mariana Rocha no Factor ...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds