Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

    letra   Os beijos sabem-me a falso, Deve ser giro ser mágico, E ter um mundo nos braços, Ela diz que sorrir é fácil, Com cores de palhaço, Ofereço flores de plástico, Dou balões ao espaço, Quando és puto é tudo rápido, E uma vez disse ao avô que eu iria ser alguém, Por isso quando for grande vou estudar para ser nuvem, Chorar faz-te velha, ruinhas de ferrugem, E depois do cinema hoje é a rainha que vai nua, E eu não quero mais nada com ela, podes vê-la despida, (...)
  letra Dá-me um beijo no rosto enquanto mascaro as minhas lágrimas, E a vida que trago no bolso só me enruga a minha farda, As frases que fiz no comboio já não soam àquilo que eu esperava, E o mundo que vi no meu sonho é bem maior do que a sua casa, E hoje eu já sou velho e já nem escrevo bem as cartas, E na cara do meu neto eu vejo os sonhos que eu levava,  E a cidade foge de perto do meu peito pintado de balas, E dou por certo o que quero enquanto fujo de tudo o que davas, a mim, (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email