Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  Letra   Saiu pela noite, Pelas ruas do Porto, Procurando os seus olhos Num copo já morto. Perdeu-se na vida Encontrou-a na Foz, Entre o Molhe e a Avenida Há tanta gente a sós. E eu e tu somos iguais. Esconderam palavras Por trás das palavras, Disseram amor Sem se perceberem. Dançaram na estrada, No asfalto dos loucos, Entre o céu e o nada Foram morrendo aos poucos. E eu e tu somos iguais. E pediram-se um beijo, Uma mão que os agarre, Parados no tempo, Para que o tempo não pare. E eu e tu somos iguais.
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email