Segunda-feira, 16.10.17

ela2.jpg

 

 

 
ELA VAZ | " EU" 
Auditório da Casa da Cultura de Ílhavo 
11 Nov.
 
"EU" é o primeiro disco de Ela Vaz em nome próprio. Preparado ao longo de quase três anos em estreita colaboração com o produtor Quiné Teles, "EU" conta com a colaboração de autores e compositores tão diversos como Amélia Muge e Filipe Raposo, Nuno Camarneiro e Miguel Calhaz, Ricardo Fino e Sérgio Tannus, Uxía Senlle e Viriato Teles. Além dos temas originais, o disco inclui também canções de José Afonso, José Mário Branco, João Afonso e Pablo Neruda/Víctor Jara, alguns dos nomes mais relevantes do vasto universo de referências musicais de Ela. Inclui ainda duetos com Uxia, Rão Kyao, Rui Oliveira, estes dois últimos convidados no espetáculo na Casa da Cultura de Ílhavo. Partindo da tradição musical portuguesa, Ela incorpora-lhe urbanidade e cria uma linguagem musical própria, suficientemente vasta para incluir diferentes sons, palavras de épocas distintas, e individualizada o bastante para ser única.
 
 
Voz  | Ela Vaz
Bateria e percussão |  Quiné Teles
Piano |  Filipe Raposo
Guitarra acústica |  Nuno Caldeira
Contrabaixo |  António Quintino
Flauta transversal |  Ana Catarina Costa
Convidados |  Rão Kyao e Rui Oliveira


publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

Sábado, 30.09.17

 

Letra

 

Não encontrei a letra ou os créditos desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

euelavoz.jpg

 

Eu e Ela


Primeiro, a voz d’Ela. Serena e firme, clara e directa, afirmativa. Voz de menina que sabe de onde vem e de mulher que sabe por onde vai.


Depois, o canto d’Ela. Com palavras e música e sentimento, certezas feitas de perguntas, paisagens de céu e de mar. E gente.


Por fim, Ela e tudo o que d’Ela faz parte e aqui nos é revelado, nota a nota, em sons antigos e outros por inventar.


Nesta voz e neste canto junta Ela o riso e o temor, a querença e a inquietude, o passado e o futuro. Agora e aqui, como sempre, e para sempre.

Einstein, que era sábio e gostava de música, dizia que «o importante é não parar de questionar». E é isso que Ela faz, em busca dos segredos da vida, do amor e da morte, ora em sussurro, ora como um grito.


Alegrias, tristezas, sonhos, ilusões, vontade. De tudo isto se faz o canto d’Ela, como a vida d’Ela, em demanda de um caminho certo tantas vezes feito de mais do que saudade, como uma insónia ou um baile em segredo que se revela nas voltas do mar.

Eu, isto que agora se vos apresenta em formato de cd, é o que resulta desta entrega d’Ela. Um registo que vai para lá da (muita e boa) música que está nele e das palavras que lhe dão sentido, um disco que nos canta.


E um rumo, definido com os poetas e os músicos que Ela quis ter por perto nesta hora de voo quase inicial. Corpo, alma e voz, em busca de uma harmonia de ser. Porque sim. E porque é assim que vale a pena estar.

Ela é tudo isto, e o mais que ainda será. E agora silêncio, que Ela vai cantar.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Sábado, 16.09.17

ela vaz.jpg

 

 
ELA VAZ  | EU
Disco de estreia  hoje em pré-venda
 
Após dar rosto e voz a diversos trabalhos musicais na área do fado e da música popular, Ela Vaz aventura-se agora pelo seu próprio caminho. Eu é como se chama o primeiro disco d'Ela em nome próprio .
 
Para Eu, Ela Vaz convidou um grupo de músicos e autores com créditos firmados: Filipe Raposo, Amélia Muge, Uxía, Miguel Calhaz, Viriato Teles, Ricardo Fino, Rão Kyao, Nuno Camarneiro e Rui Oliveira, além de Joaquim Teles (Quiné), que também assina a produção e a maioria dos arranjos. Além dos temas originais, Eu inclui ainda canções de José Afonso, José Mário Branco, João Afonso e Pablo Neruda/Victor Jara.

Eu é, assim, uma afirmação pessoal que aponta para o futuro sem voltar costas ao passado. Partindo da tradição musical portuguesa, Ela incorpora-lhe a urbanidade e cria uma linguagem musical própria, suficientemente vasta para incluir diferentes sons, palavras de épocas distintas, e individualizada o bastante para ser única.


publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 25.04.17

 

Letra

 


Ó mar
Ó mar
Ó mar profundo
Ó mar
Negro altar
Do fim do mundo
Em ti nasceu
Ó mar
A noite que já morreu
No teu olhar

Ó mar
Ó mar
Ó mar profano
Ó mar
Verde mar
Em que me irmano
Em ti nasceu
Ó mar
A noite que já morreu
No teu olhar

 

Letra e música de José Afonso

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

ela vaz.jpg

 

 

Após dar rosto e voz a diversos trabalhos musicais na área do fado e da música popular. Ela destacou-se por participações em discos como «Cancionário», de Ricardo Parreira, ou «Aurora», do Lisboa Stockholm Project, projecto pioneiro de fusão entre fado, música tradicional portuguesa e música nórdica, de que fez parte entre 2011 e 2013.

Participou em trabalhos de artistas como Rui Oliveira, Ricardo Parreira, Helder Moutinho, Joaquim Teles (Quiné), Ricardo Fino ou Fatum Ensemble, em projectos como «Encontro Ibérico” (fado, flamenco e música tradicional portuguesa), «Fados a Preto e Branco» ou «DaCorDaMadeira». Foi uma das vozes convidadas para o elenco de «Fados e Canções do Alvim», juntamente com Ana Moura, Fafá de Belém, Carlos do Carmo ou Rui Veloso, entre outros.

Chegou agora a altura de se aventurar pelo seu próprio caminho. “Canção do Mar” foi o tema escolhido para a apresentação de “Eu”, primeiro disco de Ela Vaz com edição prevista para Setembro.

Com família ligada ao mar e sempre vivendo junto dele, sente a carga que representa e com o qual se identifica. Mar de calmaria, de ganha pão, mas também de tempestade e morte. É este mar que Ela homenageia, bem como a José Afonso, autor desta música, que hoje têm o privilégio de poder tocar e revestir com a sua sensibilidade, assinalando os 30 anos da sua morte.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

ELA VAZ apresenta " EU" ...

Ela Vaz - Amar É Ser Quem...

"Eu" disco de estreia d'E...

ELA VAZ - EU Disco de est...

Canção do mar - Ela Vaz

Ela Vaz em homenagem a Jo...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds