Domingo, 02.04.17

 

Letra "Ela":
(Capicua)
Meu nome é Ana e sou viciada em música
É ela quem me chama quando eu já não estou lúcida
Quando o mundo desaba e o coração se quebra é ela
Que o cola e sara, ela é que me devolve à terra

Ella como Fitzgerald, dura como a battle
Eu gosto dela negra como heavy metal
Bela com som ou a capella, zuka como novela
Tuga como a minha terra ou afro como o Fela

Ela é como um exorcismo e eu cismo em viver dela
É imprevista como um sismo e eu finjo conhecê-la
Sê-la é o que eu faço hoje, foi a única saída
E foi um DJ, de facto, que salvou a minha vida

(Emicida)
Noite camufla
Sumo, supra-sumo
Eu, rumo ao abismo
Tipo Gizmo batismo

Domínio, uno
Luzes do globo
Cores do todo diz
Dá até a impressão que todo mundo é feliz

Os ladrão e as meretriz
Brindes de fel
Lembrei da voz do Blue
Os passarinho e as cascavel

Veneno é mel no inferno
Sou Xangô sem alarde
Minha alma não vai se fundir com os covarde

Vim pelo som
Meu bom, meu dom, meu deus
Zoom no piston, toca, alvo da fé dos ateus

Tonelada e mais tonelada de tretas, sujeira
Solidão como karma e a música de companheira
Fui

(Rael)
Ela surge como um vendaval
Força que me faz existir
És enredo do meu Carnaval
Ela é Jamelão, Zé Keti

Ela quem me afasta do mal
Me livra dos pé de breque
Minha oração, ritual
Ela é quem é

(Valete)
Pra mim biográfico, pra ti cinematográfico
Eu estava nos barracos dos bairros problemáticos
Meus putos estavam na batida do dinheiro rápido
A tentar sair do buraco através do narcotráfico

Meu mano Dida disse Viris, vê se te resguardas
Fica na retaguarda, nesta vida não te enquadras
Aquié só vender quartas, fugir dos guardas
Correria e esquadras, a tua cena são as quadras

Larguei a rua insana, resolvi rimar o panorama
Hoje sentes os quilogramas de versos que eu kamasutro
Divulgo a trama nesta minha rotina suburbana
Componho dramas tão vívidos, chamam-me de dramaturgo

Metade dos meus manos hoje estão encarcerados
Meu mano Osvaldo, baleado e enterrado
Tenho sempre as caras deles nos meus pesadelos
Se não me tivesse afastado teria acabado como eles

Hoje sou eremita, veículo da rima honesta
Compenetrado como um islamita na mesquita
E eu limo arestas nestas palavras funestas
Lágrimas e luto, não há festa nesta escrita

(Rael)
(4x)
Ela, ela é
Ela, ela, ela é quem é
Ela

Ela surge como um vendaval
Força que me faz existir



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

Domingo, 19.06.16

 

Letra

 

Já vai longe mas ainda sei de cor.
O que contou ontem,
Onde foi anteontem,
Há um ano atrás,
Era o seu rapaz.
Vestido a rigor e a ensaiar
O aceno que lhe devia dar.

Vinha sempre airosa,
Era uma moça tão mimosa.
Bordava o dia inteiro
Por amor não por dinheiro.
Pegou no meu lenço de mão
Alfinetou-lhe uma canção.
Eu corei de tanta cor,
Sou um amante amador.

Não dormi uma semana inteira
A pensar na bordadeira,
No seu vestido de chita.
Como ficava tão bonita.

Mal sabia que nela o amor dura um dia.
Vou voltar, à vida de sempre.

credits

from Ararur, released September 9, 2013
Composer: António Miguel Silva
Lyrics by: Ângela Maria Santos

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Domingo, 07.02.16

 

Letra

 

Ela não pode pensar
Ela não pode lembrar
Não quer nem mencionar
No que ficou para trás
Ela não quer olhar
Não pode suportar
De saber que é assim
Tudo um dia tem fim
E ela nunca foi feliz

Sua vida é feita de ares bons, ares ruins
Noites estreladas, noites de luar
Nunca o mesmo dia, nunca o mesmo ar

Ela não sabe para onde é
Que foi que o vento levou
O seu olhar
Ela não quer, ela nem tenta
Abrir os olhos e ver
Ao longe, o mar
Não consegue escutar
Não consegue cantar
Não consegue chorar

Sua vida é feita de ares bons, ares ruins
Quando na janela logo ao despertar
Fica sufocada e não pode pular

Sua vida é feita de ares bons, ares ruins
Noites estreladas, noites de luar
Nunca o mesmo dia, nunca o mesmo ar

 

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 24.10.13

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música



publicado por olhar para o mundo às 17:14 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Emicida, Rael, Capicua, V...

Ararur - Ela

DOM LA NENA & DANÇAS OCUL...

Jorge Vadio - Ela

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
E é "Não dizem duas quando estão ao pé de ti"...
com o soquete p'lo artelho, um soquete é uma meia.
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
blogs SAPO
subscrever feeds