Sexta-feira, 29.09.17

 

Letra

 

Me gusta ver cuando llueve,
pelearse a los nubarrones,
mirar como se enamoran,
las gotas en los terrones.

Me gusta prender el fuego,
y poner leche a mi cita,
pa' que se quemen los troncos
hasta que se hagan cenizas.

No me gustan los recuerdos
que trae la tempestad:
muerte, dolor, malos trancos
que a veces tuve que dar.

Tampoco me gusta el río
que arrastra con el sembra'o
que aunque no me pertenece
mis años le he dedica'o.

Yo que no tengo caballo
ni perro para silbar,
mejor que mire la lluvia
para poder olvidar.

Si acaso en la madrugada
me despierto de improviso,
si ha llegado la bonanza
salgo a buscar un camino.

Me gustan y no me gustan
los versos que da la vida,
la noche no entrega nunca
camino de amanecida.

 

Letra de Angel Parra

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 26.09.17

 

Letra

 

Volver a los diecisiete después de vivir un siglo
Es como descifrar signos sin ser sabio competente
Volver a ser de repente tan frágil como un segundo
Volver a sentir profundo como un niño frente a dios
Eso es lo que siento yo en este instante fecundo

Se va enredando, enredando
Como en el muro la hiedra
Y va brotando, brotando
Como el musguito en la piedra
Como el musguito en la piedra, ay si, si, si

Mi paso retrocedido cuando el de ustedes avanza
El arco de las alianzas ha penetrado en mi nido
Con todo su colorido se ha paseado por mis venas
Y hasta la dura cadena con que nos ata el destino
Es como un diamante fino que alumbra mi alma serena

Se va enredando, enredando
Como en el muro la hiedra
Y va brotando, brotando
Como el musguito en la piedra
Como el musguito en la piedra, ay si, si, si

Lo que puede el sentimiento no lo ha podido el saber
Ni el más claro proceder, ni el más ancho pensamiento
Todo lo cambia al momento cual mago condescendiente
Nos aleja dulcemente de rencores y violencias
Solo el amor con su ciencia nos vuelve tan inocentes

Se va enredando, enredando
Como en el muro la hiedra
Y va brotando, brotando
Como el musguito en la piedra
Como el musguito en la piedra, ay si, si, si

El amor es torbellino de pureza original
Hasta el feroz animal susurra su dulce trino
Detiene a los peregrinos, libera a los prisioneros
El amor con sus esmeros al viejo lo vuelve niño
Y al malo sólo el cariño lo vuelve puro y sincero

Se va enredando, enredando
Como en el muro la hiedra
Y va brotando, brotando
Como el musguito en la piedra
Como el musguito en la piedra, ay si, si, si

De par en par la ventana se abrió como por encanto
Entró el amor con su manto como una tibia mañana
Al son de su bella Diana hizo brotar el jazmín
Volando cual serafín al cielo le puso aretes
Mis años en diecisiete los convirtió el querubín

 

Letra de Mercede Sosa ?

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 25.09.17

el sur.jpg

 

 

Um pouco sobre El Sur:

El Sur é um grupo português que se dedica há alguns anos ao trabalho dos grandes cantautores latino-americanos.


Estamos a preparar um espectáculo comemorativo do nascimento de Violeta Parra que será a 4 de outubro.


Foi na escrita de Violeta Parra que bebemos as primeiras palavras, sentimos o primeiro apelo de nos fazermos ao Atlântico em direcção à Antártida.


Foi na música de Violeta Parra que sentimos pela primeira vez a força do sopro do Williwaw.


Foi na tapeçaria e na pintura de Violeta Parra que encontramos “los colores” terra dos Andes, os tons quentes do pimento… do “chile”.


Foi nos passos andinos de Violeta que caminhamos a incrível história tão resistente como trágica dos povos, feitos de índios, de escravos emigrantes e invasores da América Latina. Ouve-se Violeta caminhando guiada pelo vento nas montanhas, iluminada pelo Sol permanente, seguida por Angel.

 

A VIOLETA PARRA | 04 DE OUTUBRO
21:25H | VOZ DO OPERÁRIO 

 

A 04 de Outubro de 1917 será o centenário do nascimento de Violeta Parra e vamos celebrar como só a vida de Violeta Parra pode ser celebrada, cantando a sua música. Queremos que estejam connosco neste dia que não se vai repetir nas nossas vidas, deste tempo é o que fica como certo. Teremos um alinhamento diferente dos outros dias da vida de El Sur e vamos ter em palco alguns amigos para cantar e tocar connosco. Será um brinde a Violeta e à herança que mudou para sempre a música da America Latina e do mundo.
 
 
El Sur
 
El Sur com Vitorino, Hélder Moutinho, Joana Guerra, Pedro Sotiry, Florent Kouzmienko, e Fabiola Moroni

Produção El Sur e organização d'A Voz do Operário
 
OUTUBRO

04 | 21H45 | A VIOLETA PARRA | El Sur com Vitorino, Hélder Moutinho, Joana Guerra, Pedro Sotiry, Florent Kouzmienko, e Fabiola Moroni | Voz do Operário

06 | 21H00 | HÁ LOBOS SEM SER NA SERRA | Teatro Municipal de Águeda ( Festival Gesto Orelhudo)

10  | 21H30 | BRIGADA VICTOR JARA| Teatro da Lousã

21 | 21H30 | DUARTE | Arena de Évora | Participação Filarmónica Evorense 


publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

El Sur - Milonga para la ...

El Sur - Volver a los dec...

EL SUR Apresentam "A VIO...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds