Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

    Letra   Duzentas Mil Horas De solas em brasa Agora clamor Vou no diabo a vapor Já só paro em casa Viagens, canseiras Por nevoeiro denso Parece um milagre Vou voltar ao lugar Onde pertenço Olha o sol a pôr Lá por trás da encosta Olha o alpendre já tem mesa posta À bola embalou-se Entre ramos de árvore Olha o grito quem vem ajudar-me Ma, ma, ma, ma, Ma, Maria tu avisavas Eu não te ouvia Ma, ma, ma, ma Meia vida feito galo de corrida Duzentas Mil Horas (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email