Terça-feira, 12.01.16

dinamite.jpg

 

 

No ano em que Dina celebra 40 anos de carreira, mais de 15 artistas da nova geração da música nacional celebram em palcos do Porto e de Lisboa a obra da compositora e intérprete, que, passando pela pop, pela folk, pelo funk, pelo rock e pela canção de intervenção, marcou de forma indelével a canção portuguesa.

 

Acompanhados por uma banda criada especialmente para a ocasião, os artistas participantes nestes dois concertos de Março reinterpretam contemporaneamente uma parte do repertório de Dina, que ficou praticamente invisível por só ter sido marcado por alguns grandes sucessos. Devolve-se, assim, um cancioneiro a uma nova geração.

 

O espectáculo conta com o apoio da Antena 3 e revisita na íntegra o primeiro álbum de Dina, Dinamite (1982), disco seminal da música moderna portuguesa que passou despercebido no seu tempo, para além de outras 12 canções feitas entre 1980 e 2000 e escolhidas ao gosto dos artistas convidados.

 

“Dinamite” é o concerto oficial de encerramento da carreira de Dina.

 

Intérpretes:
Ana Bacalhau (voz)
B Fachada (voz, teclados e programações)
Best Youth (voz e guitarra)
Da Chick (voz)
D’Alva (voz e programações)
Márcia (voz e guitarra)
Mitó (voz)
Samuel Úria (voz e guitarra)
Tochapestana (voz, guitarra e teclados)

Banda:
Manuel Dordio (guitarra e direcção musical)
David Santos (baixo)
David Pires (bateria)
João Gil (teclados)

Direcção artística: Gonçalo Tocha
Produção executiva: Sophie Bárbara
Produção: BARCA13 / DáBaile

 

Dinamite — Concerto de Homenagem e Encerramento de Carreira de Dina
Data: terça-feira, 22 Março 2016 (21h)
Local: São Luiz Teatro Municipal (Sala Principal), Lisboa
Bilhetes: €9 a €17 

Data: quinta-feira, 24 Março 2016 (21h30)
Local: Teatro Municipal Rivoli (Grande Auditório), Porto
Bilhetes: €10

 

Retirado de Antena 3



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

Domingo, 26.08.12
 
Letra
 
Carlos:

Não chores, se o tempo não ri...
Ficarei a teu lado, esperando por ti...
Perdidos na noite, unidos na sorte e na dor...
Guardando as palavras que temos pensadas de amor...

Refrão:
Quando as nuvens chorarem,
E as águas secarem, teus olhos sem fim
Partirei nessa hora, chovendo lá fora,
Por dentro de mim...

Dina:

Contigo, consigo chegar...
E partir na magia, de um dia voltar...
Não tenho o direito, de ter o que aceito
E não dou...
Em troca de tanto, entre nós o encanto ficou...

Refrão


publicado por olhar para o mundo às 08:55 | link do post | comentar

Segunda-feira, 19.12.11

 

Letra

 

Quando eu vi olhos de ameixa e a boca de amora silvestre
Tanto mel, tanto sol, nessa tua madeixa, perfil sumarento e agreste

Foi a certeza que eras tu, o meu doce de uva
E nós sobre a mesa, o amor de morango e cajú

Peguei, trinquei e meti-te na cesta, ris e dás-me a volta à cabeça
Vem cá tenho sede, quero o teu amor d'água fresca
Peguei, trinquei e meti-te na cesta, ris e dás-me a volta à cabeça
Vem cá tenho sede, quero o teu amor d'água fresca, ohoh...

Tens na pele travo a laranja e no beijo três gomos de riso
Tanto mel, tanto sol, fruta, sumo, água fresca, provei e perdi o juízo

Foi na manhã acesa em ti, abacate, abrunho
E a pêra francesa, romã, framboesa, kiwi

Peguei, trinquei e meti-te na cesta, ris e dás-me a volta à cabeça
Vem cá tenho sede, quero o teu amor d'água fresca
Peguei, trinquei e meti-te na cesta, ris e dás-me a volta à cabeça
Vem... vem... vem cá, tenho sede, quero o teu amor d'água fresca

Ah... foi na manhã acesa em ti, abacate, abrunho
E a pêra francesa, romã, framboesa, kiwi

Peguei, trinquei e meti-te na cesta, ris e dás-me a volta à cabeça
Vem cá, tenho sede, quero o teu amor d'água fresca
Peguei, trinquei e meti-te na cesta, ris e dás-me a volta à cabeça
Vem cá, tenho sede, quero o teu amor d'água fresca

Peguei, trinquei e meti-te na cesta



publicado por olhar para o mundo às 08:21 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Dinamite – Concertos de h...

Carlos Paião e Dina - Qua...

Dina - Amor de Água Fresc...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds