Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  Letra   Era tudo quando ela me dizia, "benvindo a casa", numa voz bem calma Acabado de entrar, pensava como reconforta a alma Nunca tão poucas palavras tiveram tanto significado E de repente era assim, do nada, como um ser iluminado - Tudo fazia sentido, respirar fazia sentido, Andar fazia sentido, todo o pequeno pormenor em pensamento perdido Era isto que realmente importava, Não qualquer outro tipo de gratificação Não o que se ganhava, Não o que dizem de nós não, não, não (...)
  Letra   Nada de novo neste panorama, a mesma trama: O people na rua continua todo à mama Permanentemente em estado de alerta À espera da altura certa, numa porta entreaberta Há esquemas novos em folha para serem postos em prática De uma forma maquinal, automática Nada mais natural para todos os vivos Nativos cativos da rua para sempre esquivos Agarrados não tão parados por um segundo De um lado para o outro correm meio mundo, no fundo Há banhadas para serem dadas (...)
  Letra   Ligo directo para a caixa de correio só para ouvir a tua voz, Sei que é cena fora mas todo o dia chega a hora em que o lado esquerdo chora quando se lembra de nós A vida corre tranquila, cada vez menos reguila meto guita de parte e a cabeça não vacila tanto Para minha alegria e meu espanto Pode ser que o passado fique por onde deve estar: No pretérito imperfeito, já que não é mais-que- perfeito, Este é um presente que eu aceito Para atingir a tranquilidade Que (...)
  Letra   Toda a gente critica o telemóvel do vizinho Mas no fundo toda a gente queria ter um igualzinho Toda a gente grita: todos diferentes todos iguais! Mas se calhar há uns quantos bacanos a mais Toda a gente quer ser solidária Mas na hora da verdade toda a gente desaparece da área Toda a gente quer ser muito moderna Mas a tacanhez essa há-de ser eterna Toda a gente quer fazer algo de original Acabando por copiar aquilo que acham original Toda a gente repara que acabo duas (...)
    Letra   A viver cada dia como se fosse o meu primeiro Parto chavões pelo meio E cago no letreiro Que me diz que é proibido fumar por aqui Acendo um nite por ai e a minha dama só se ri Não é defeito nem feitio É característica Personalidade forte humana nunca artística Artista faz que sente não sente o que faz Trabalha para um para os demais é capataz Eu quero a liberdade deixar voar a vontade Deixa-la perseguir a sua própria verdade É este o pressuposto genuíno (...)
  Letra   (yo... ritmo amor e palavras. é me'mo assim... doninha presente e AC a produzir um g'anda beat... 2005... quê? sabes bem... o quê? check...) O que seria do amarelo se tudo fosse azul? Quem abanava esta merda se fossemos sempre cool? Quem é quem para dizer o que é certo ou errado? Antes não ser escutado a ser mal interpretado Criticado por algum pseudo-músico frustrado Julgado, condenado sem ser consultado Não sei quem tu és, tu não sabes quem eu sou Não sei (...)
  Letra   A noite era calma, a chuva era intensa...uma fartasana mas isso é sem ofensa..sou eu e ela naquele fartote..amor, prazer...e eu mostrava o meu forte...com muita calma..com muito amor...ela na minha alma e eu gritando por favor... Refrão: Nunca me deixes...preciso de ti..o amor é uma loucura e tu precisas de mim...em qualquer altura em qualquer lugar...sinto a tua presença até no meu olhar... (bis) Meu amor..minha dor...meu prazer...meu terror...razão de toda a fé (...)
    Letra   Encostei-me para trás na cadeira de convés e fechei os olhos,  E o meu destino apareceu-me na alma como um precipício.  A minha vida passada misturou-se com a futura,  E houve no meio um ruído do salão de fumo,  Onde, aos meus ouvidos, acabara a partida de xadrez.  Ah, balouçado  Na sensação das ondas,  Ah, embalado  Na ideia tão confortável de hoje ainda não ser amanhã,  De pelo menos neste momento não ter responsabilidades nenhumas, De não ter (...)
  Letra   A noite era calma a chuva era intensa uma fartazana mas isso é sem ofensa só eu e ela naquele fartote amor prazer e eu mostrava o meu forte com muita calma,com muito amor ela na minha alma e eu gritando por favor Nunca me deixes preciso de o amor é uma locura e tu precisas de mim em qualquer altura em qualquer lugar sinto a tua presença até no meu olhar. Meu amor minha dor meu prazer meu terror razao de toda a fé e descrença no criador tarde de verão noite de inverno b (...)
      Letra   Bora lá fazer a puta da revolução Dar a volta a esta merda de uma vez por todas Eu não me consigo pactuar com este estado de coisas Tá na hora de pegarmos no assunto com as nossas mãos Vamos ver... Segunda não dá jeito porque saio sempre tarde Á terça e á quinta tenho terapia não dá para faltar Ás quartas tenho a lerda com a rapaziada Sabes que a cartada é sagrada boy, não me digas nada Sexta feira é dia de apanhar uma bela toca Sábado levo o (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email