Quinta-feira, 11.09.14

 

Nuno Bastos apresenta disco em primeira mão no Cine-Teatro de Estarreja

Jovem músico estarrejense, de sangue lusitano, canta em “português do Brasil” os ritmos do samba. “Recomeço” é o primeiro trabalho discográfico do cantor e marca a consagração de Nuno Bastos como músico a tempo inteiro. O concerto de lançamento e apresentação ao vivo de “Recomeço” é esta sexta-feira, 12 de setembro, às 21h30 no Cine-Teatro de Estarreja.

 

Estarrejense de gema, Nuno Bastos é uma das figuras do Carnaval de Estarreja, manifestação à qual está umbilicalmente ligado. Cantor, compositor e músico dedicado há mais de uma década, Nuno Bastos transpira samba por cada poro. “Recomeço”, álbum de estreia, que vai apresentar esta sexta-feira no Cine-Teatro de Estarreja (CTE), na abertura do Festarreja 2014 – Festa das Artes e da Juventude, marca uma nova etapa no trabalho que tem desenvolvido como músico e “intérprete de samba”. Para Nuno Bastos, o lançamento do primeiro trabalho discográfico é um momento que olha “com mais responsabilidade, com ambição de chegar a mais cantos do país e do globo”. O novo álbum é ainda sinónimo de outro fôlego profissional para o autodidata estarrejense: “quero fazer disto vida”, garante Nuno Bastos.

 

Um palco cheio que recebe a banda convidada UZOME, a Companhia de dança Estatuetas Formas e ainda componentes da estarrejense escola de samba Vai Quem Quer, sem esquecer o protagonista Nuno Bastos, os músicos que o acompanham e os temas "Olha", "Maltratado", "Alegria do Povo", "Chama da vela" e "Recomeço", da sua autoria em parceria com Vander Jeronymo, músico e compositor natural do Rio de Janeiro. Canções conhecidas e outras que ainda estão por desvendar.

 

A escolha do Cine-Teatro de Estarreja é a mais lógica” para a apresentação do novo trabalho discográfico de Nuno Bastos. “Fiz questão que o primeiro concerto fosse na minha cidade natal, mais próximo dos amigos, da família, das pessoas que me conhecem não só como cantor, que me viram crescer e acompanham a minha trajetória de vida”, sublinha o sambista.

“Português de Portugal” que canta em “português do Brasil” num cruzamento de estética com tradição. Para Nuno Bastos, o samba só se completa com sotaque brasileiro, assim como não se sente o “Fado cantado noutra língua que não o português ou sotaque que não seja o nosso”. A chama do samba promete propagar na noite de 12 de setembro no Cine-Teatro de Estarreja. Os bilhetes para o concerto encontram-se à venda naBilheteira do CTE, site da Bilheteira Online e nas lojas Fnac, CTT e El Corte Inglés.

Concerto com Babysitting
Devido à forte procura, o concerto de Nuno Bastos conta com serviço de babysitting. Uma opção gratuita, no sentido de permitir que as famílias usufruam ao máximo do espetáculo. Para crianças dos 4 aos 10 anos, este serviço é garantido mediante inscrição através de preenchimento de formulário e posterior envio parabilheteira@cineteatroestarreja.com


SEX 12 SET 21H30
Nuno Bastos - Recomeço

Vander Jeronymo direção musical e violão
Nuno Bastos voz
Rafael Campanile baixo
Derek Viana cavaquinho
Vando Silva Júnior
 bateria
Alex Duarte flauta
Michael Silva, Pedro Silva e Ricardo Moura percussão
Cindi Campelo
 assistente de produção
[MUSICA] 5 / 2,5€ (Jovens <30)

Concerto inserido no Festarreja 2014 – Festa das Artes e da Juventude

+

http://www.cineteatroestarreja.com
http://www.facebook.com/cinestarreja
http://twitter.com/CTE__



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Sexta-feira, 27.06.14

Festim 2014: A invulgar e vibrante Coetus está a chegar a Estarreja

Festim 2014: A invulgar e vibrante Coetus está a chegar a Estarreja

 

O Festim está de volta a Estarreja. Pelo sexto ano consecutivo, o Cine-Teatro de Estarreja celebra a festa das músicas do mundo, desta vez com a espanhola Coetus. Uma orquestra de percussão à escala ibérica que se apresenta ao vivo em Estarreja dia 4 de julho, sexta-feira, às 21h30.

 

Um invulgar concerto encerra a programação deste quadrimestre no Cine-Teatro de Estarreja com a orquestraCoetus. Liderada por Eliseo Parra, figura incontornável na renovação da música tradicional espanhola,Coetus, com origem na Catalunha, é um arrojado projeto de percussão, cuja missão passa por resgatar a presença de um vastíssimo número de instrumentos que, ao longo da história, foram usados para acompanhar canções, procissões, festas e danças por toda a Península Ibérica. Utensílios do quotidiano rural, como cântaros, almofarizes ou frigideiras fazem parte desse rol de objetos que Coetus transforma em instrumentos musicais, retirando-lhes todas as possibilidades sonoras.

Um vibrante universo sonoro, pouco habitual, que cria uma linguagem musical de grande intensidade, inspirada nos ritmos tradicionais. Uma quinzena de músicos num palco cheio de sons e ferramentas musicais, sem esquecer as vozes de Eliseo ParraAna Rossi e Judit Neddermann.

O concerto deste impressionante coletivo é já no próximo dia 4 de julho, no Cine-Teatro de Estarreja, e insere-se no Festim - Festival Intermunicipal de Músicas do Mundo. Em 2014 o Festim comemora a sua 6ª edição, mantendo-se como plataforma de geografias fascinantes e improváveis descobertas. Resultado de sinergias intermunicipais, nomeadamente dos concelhos de Estarreja, Sever do Vouga, Ovar, Albergaria-a-Velha, Águeda e Oliveira do Bairro, o Festim é cada vez mais uma referência cultural, facto explicado pela recente no European Forum of Worldwide Music Festivals. Com a presença de Coetus, o Festim e a convergência de culturas voltam a ter, em Estarreja, lugar privilegiado.

Os bilhetes a 6€ já se encontram á venda no Cine-Teatro de Estarreja ou através do site daBilheteira Online, bem como nas lojas Fnac, CTT e El Corte Inglés. Os descontos aplicáveis são os habituais do Festim, aos quais se acrescentam as vantagens doCartão Amigo do CTE, Cartão Sénior e Jovem Municipal.

Concerto com babysitting

O serviço de babysitting do Cine-Teatro de Estarreja acolhe crianças entre os 4 e os 10 anos. É gratuito e requer marcação até dois dias úteis antes do evento. Com lotação limitada a 8 crianças, o serviço não é garantido caso não existam inscrições dentro do prazo referido. Usufrua do serviço de babysitting e tire o máximo partido do espetáculo. Ficha de inscrição Babysitting


SEX 04 JUL 21H30
Coetus – Orquestra de Percussão Ibérica
(Espanha/Catalunha)

Aleix Tobias, Anna Tobias, Acari Bertran, Angelo Manhenzane, Alberto Carreño, Antonio Sánchez, Bernat  Torres, Dídac Ruiz, Fran Geiaka Lucas, Martí Hosta, Marc Vila, Mariona del Carmen percussionistas
Eliseo Parra, Ana Rossi, Judit Neddermann 
cantores
Andreu Hernandez 
sonoplastia
O Festim é uma produção da d’Orfeu Associação Cultural, com o apoio de 6 Municípios do distrito de Aveiro
[MUSICA] 6 / 4€ (Cartão Amigo, Cartão Sénior e Jovem Municipal, Cartão d’Orfeu e Sócios da INATEL)

+

http://www.cineteatroestarreja.com
http://www.facebook.com/cinestarreja
http://twitter.com/CTE__



publicado por olhar para o mundo às 21:11 | link do post | comentar

Quinta-feira, 26.06.14

Artur Fernandes e Bitócas viajam Ao Toque da Concertina no Bar do CTE

 

Artur Fernandes e Bitócas viajam Ao Toque da Concertina no Bar do CTE

 

A abertura do fole está marcada para esta sexta-feira, às 22h30. Ao Toque da Concertina junta a concertina de Artur Fernandes à percussão de Bitócas num café-concerto de garantido virtuosismo, focado na multiculturalidade do instrumento diatónico.

 

Os dois irmãos, Artur e Bitócas Fernandes, propõem uma viagem musical pelas linguagens que a concertina assume nas várias latitudes. A música tradicional de países em contacto com o Oceano Atlântico - onde se destacam o tempo forte latino, o contratempo celta e a polirritmia africana - faz parte do roteiro, numa constante surpresa de ritmos e paisagens.

Com Ao Toque da Concertina o Bar do CTE recebe dois músicos e criativos de excelência. Artur Fernandes, membro e mentor dos Danças Ocultas, tem vindo a trabalhar numa constante reinvenção das linguagens do acordeão diatónico (concertina), explorando todas as suas possibilidades.

Os bilhetes já se encontram à venda e podem ser adquiridos na Bilheteira do CTE ou no site da Bilheteira Online. Os portadores de Cartão Amigo, Cartão Sénior e Jovem Municipal têm entrada gratuita neste café-concerto, sujeita à lotação do espaço.

SEX 27 JUN 22H30
Ao Toque da Concertina

Artur Fernandes concertina
Bitócas 
percussões
[MUSICA] BAR CTE 3€ /entrada gratuita (Cartão Amigo, Cartão Sénior e Jovem Municipal)

+

http://www.cineteatroestarreja.com
http://www.facebook.com/cinestarreja
http://twitter.com/CTE__



publicado por olhar para o mundo às 12:19 | link do post | comentar

Quarta-feira, 18.06.14

 

Cne

 

O ritmo do verão bate no Cine-Teatro de Estarreja

 

Junho anuncia a chegada do verão. No Cine-Teatro de Estarreja (CTE) a programação cultural aquece ao ritmo do fado de Ana Moura, do jazz de Paulo Bandeira e da world music da dupla Ao Toque da Concertina e Coetus, com assinatura da 6ª edição do Festim - Festival Intermunicipal de Músicas do Mundo.

 

É também em junho que o CTE comemora o seu 9º aniversário - “9 anos na fila da frente”. Sempre com um programa especial, este ano, além do fantástico concerto de Ana Moura (21 jun./21h30) prestes a esgotar, o equipamento cultural estarrejense dá início a um ciclo de jazz: “Jazz escreve-se com…” sobe ao Bar do CTE dia 20 de junho, às 22h30, para um serão que mistura os formatos masterclass e concerto, em torno das especificidades do jazz e dos seus instrumentos de eleição. “Jazz escreve-se com… B” (bateria) dá o arranque deste novo ciclo e conta com o baterista Paulo Bandeira (ligado à nascença ao Estarrejazz - Festival de Jazz de Estarreja) para abrir as hostilidades.

Dia 27 de junho, também no Bar, às 22h30, Artur Fernandes e Bitocas apresentam-se na dupla Ao Toque da Concertina para um café-concerto que viaja pelas linguagens que a concertina assume nas várias latitudes, num constante reinventar de ritmos e paisagens. Um café-concerto de garantido virtuosismo.

A grande orquestra de percussão ibérica dá-se pelo nome Coetus e chega ao CTE sexta-feira, dia 4 de julho. Inserido na 6ª edição do Festim, o concerto conta com 12 percussionistas em palco numa intensidade musical impressionante, dentro dos ritmos tradicionais. Três cantores juntam-se ao elenco, incluindo a voz do mestre Eliseo Parra, figura incontornável na renovação da música tradicional espanhola. Uma vez mais, o CTE celebra a festa das músicas do mundo. A convergência de culturas têm em Estarreja lugar privilegiado.

Os bilhetes para todos estes eventos já se encontram à venda e podem ser adquiridos diretamente na Bilheteira do CTE, no site da Bilheteira Online e nas lojas Fnac, CTT e El Corte Inglés.

+

http://www.cineteatroestarreja.com
http://www.facebook.com/cinestarreja
http://twitter.com/CTE__



publicado por olhar para o mundo às 19:29 | link do post | comentar

Quinta-feira, 29.05.14

Um baile tradicional por gerações contemporâneas

 

Um baile tradicional por gerações contemporâneas

 

Os ensaios começam hoje. Aldara Bizarro trabalha com a comunidade estarrejense e de concelhos vizinhos a recriação de um baile tradicional. “O Baile” é o resultado e será apresentado ao público este sábado, dia 31 de maio, às 21h30 no Cine-Teatro de Estarreja.

 

 

Através dos contributos de cada elemento da comunidade e dos bailarinos Costanza Givone, Isabel Costa, Bruno Rodrigues, Manuel Henriques e Diana Serrano, que acompanham a coreógrafa Aldara Bizarro, constrói-se um projeto multidisciplinar onde a dança, o teatro e a música interagem para levar ao palco o ambiente de festa e convívio a que qualquer baile tem direito. “O Baile”, inspirado no filme homónimo de Ettore Scola (1983) e na memória dos bailes de bairro, de aldeias e vilas de Portugal, surge pela vontade de Aldara Bizarro em perpetuar este património lusitano, desafiando a comunidade dos vários locais onde o espetáculo está em cena. Cada apresentação é única, pois Aldara Bizarro absorve o que cada localidade e participante têm para oferecer.

 

A banda sonora é assinada por Artur Fernandes e acompanha ao vivo cada passo deste baile. Marco Figueiredo (piano) e Miguel Calhaz (contrabaixo) contracenam com o próprio Artur Fernandes (concertina) e também com os músicos da comunidade que se aliaram a este projeto.

 

No total são cerca de 50 participantes, dos 78 aos 4 anos, entre bailarinos, atores, músicos e participantes da comunidade - sem esquecer o público - que colaboram na criação desta festa, um elemento único na construção da identidade de Estarreja. “O Baile” sobe ao palco do Cine-Teatro de Estarreja este sábado, 31 de maio, às 21h30 e promete contagiar quem o for espreitar.


SAB 31 MAI 21H30
O Baile

Aldara Bizarro conceção, direção e coreografia
Costanza Givone, Isabel Costa, Bruno Rodrigues, Manuel Henriques, Diana Serrano e participantes da comunidade
interpretação e cocriação
Artur Fernandes
 (concertina), Marco Figueiredo (piano), Miguel Calhaz (contrabaixo) e músicos da comunidadeinterpretação musical
Francisco Tavares Teles
 desenho de luz
Catarina Santos
 vídeo
Jangada de Pedra
 produção


[DANÇA] Auditório 5€ / 3€(Cartão Amigo, Cartão Sénior e Jovem Municipal)

+

http://www.cineteatroestarreja.com
http://www.facebook.com/cinestarreja
http://twitter.com/CTE__



publicado por olhar para o mundo às 22:04 | link do post | comentar

Quarta-feira, 28.05.14

Ana Moura

 

Ana Moura é o nome que vai festejar o 9º aniversário do equipamento cultural


Concerto de Cuca Roseta cancelado no Cine-Teatro de Estarreja

 

Por motivos imprevistos e de força maior, alheios à vontade do Cine-Teatro de Estarreja, o concerto de Cuca Roseta agendado para dia 21 de junho será cancelado. Ana Moura é o nome que irá celebrar o 9º aniversário do equipamento, uma marca da cultura estarrejense no panorama local, regional e nacional, na mesma data, 21 de junho, à mesma hora, 21h30.

 

 

 

Com “Desfado”, título do 5º álbum de originais da fadista portuguesa reconhecida internacionalmente, Ana Moura apresenta-se no Cine-Teatro de Estarreja. Depois de em 2009 ter subido ao palco da principal sala de espetáculos estarrejense, depois de ter seduzido nomes como Prince, Rolling Stones, Caetano Veloso e Herbie Hancock, depois de arrecadar importantes galardões na área musical como o Prémio Amália, Globo de Ouro (Melhor Intérprete Individual, em 2010, e Melhor Música - “Desfado” -, em 2013) ou o Prémio Internacional 2013 na categoria de World Music do Sunday Times.

 

Ana Moura, dona de uma extraordinária carreira, dentro e fora de portas, dá um novo fôlego à saudade lusitana. Com “Desfado”, disco que chegou à tripla platina, a cantora mostra 17 faixas de frescura onde a tradição do fado assume a sua ousadia.

Quem adquiriu bilhetes para o concerto de Cuca Roseta poderá manter a compra, garantindo lugar no concerto de Ana Moura, ou solicitar a devolução do dinheiro junto da Bilheteira do CTE. O valor dos bilhetes para o concerto de Ana Moura mantém-se igual ao anteriormente anunciado para Cuca Roseta, isto é, 10€ e 8€ (com desconto para Cartão Sénior e Jovem Municipal).


SAB 21 JUN 21H30
Ana Moura*

Ana Moura voz
Ângelo Freire
 guitarra portuguesa
Pedro Soares
 viola de fado
André Moreira
 baixo e contrabaixo
João Gomes teclados
Mário Costa
 bateria e percussões
[MUSICA] Auditório 10€ / 8€ (Cartão Sénior e Jovem Municipal)
Entrada gratuita paraCartão Amigo (mediante convite)

*Concerto com babysitting

+

http://www.cineteatroestarreja.com
http://www.facebook.com/cinestarreja
http://twitter.com/CTE__



publicado por olhar para o mundo às 18:59 | link do post | comentar

Sexta-feira, 16.05.14

 

Vitorino, Carlos Tavares e Manuel Rebelo juntam-se em palco

 

Vitorino, Carlos Tavares e Manuel Rebelo juntam-se em palco

O concerto reverte a favor da Banda Visconde de Salreu que acompanha os músicos num serão a três vozes, banda filarmónica e coro dirigido por Afonso Alves. Sábado, dia 17 de maio, a jornada que atravessa “O Douro, o Tejo e o Guadiana” tem início às 21h30, no Cine-Teatro de Estarreja.

 

A velha lenda dos três rios “O Douro, o Tejo e o Guadiana” serve de guia para este momento musical que junta três vozes distintas da música portuguesa, simbolizando as também distintas paisagens que enquadram os rios.

O concerto tem início às 21h30 e do alinhamento sobressaem temas que percorrem o norte, centro e sul de Portugal, pertencendo ao mais memorável reportório nacional.
Os bilhetes a 12,5€ e 10€ podem ser adquiridos na Bilheteira do Cine-Teatro de Estarreja e no site da Bilheteira Online.

Concerto com babysitting

O serviço de babysitting do Cine-Teatro de Estarreja acolhe crianças entre os 4 e os 10 anos. É gratuito e requer marcação até dois dias úteis antes do evento. Com lotação limitada a 8 crianças, o serviço não é garantido caso não existam inscrições dentro do prazo referido. Usufrua do serviço de babysitting e tire o máximo partido do espetáculo.

SAB 17 MAI 21H30
“O Douro, o Tejo e o Guadiana”
Carlos Tavares, Vitorino e Manuel Rebelo com a Banda Visconde de Salreu

Vitorino, Manuel Rebelo e Carlos Tavares voz
Afonso Alves e Filipe Raposo 
arranjos
Afonso Alves direção
 musical
[MUSICA] 12,5€ Plateia | 10€ Balcão

+

http://www.cineteatroestarreja.com
http://www.facebook.com/cinestarreja
http://twitter.com/CTE__



publicado por olhar para o mundo às 12:14 | link do post | comentar

Quarta-feira, 14.05.14

 

Pedro Tochas

O novo trabalho de Pedro Tochas será apresentado a partir de junho em várias cidades da Região de Aveiro. No passado domingo, 11 de maio, Estarreja recebeu a “Fase de Testes” da criação. Pedro Tochas quis reunir um grupo de observadores da comunidade, com o objetivo de avaliar o trabalho desenvolvido até agora pelo artista.

 

 

Um grupo restrito, composto por 22 participantes, passou a tarde do dia 11 de maio, no Cine-Teatro de Estarreja, ao lado de Pedro Tochas para conhecer o processo de criação dos seus espetáculos, os conceitos que prefere e as técnicas que utiliza. “Nariz Preto” é o nome do novo espetáculo de rua de Pedro Tochas, ainda na fase de aperfeiçoamento, e foi alvo de interação e crítica pelo grupo inscrito. Em setembro de 2014, Estarreja recebe o resultado final de um espetáculo que, através da mímica, teatro físico e artes circenses, evoca monstros e heróis numa “aventura épica” sem “aquele final tradicional”, explica Pedro Tochas.

 

Figurino, adereços, materiais e restante cenário, bem como a necessidade de improviso e de relação com o inesperado foi o que mais despertou interesse pelo grupo. Depois de assistirem à mostra do espetáculo, onde alguns foram chamados a interagir e entrar na performance, os observadores questionaram o artista e ficaram a conhecer algumas técnicas do seu trabalho e do processo criativo.

 

Pedro Carvalho, de 28 anos, viajou de Paços de Brandão até ao Cine-Teatro de Estarreja para ser um dos poucos no país a conhecer em primeira mão o novo espetáculo de Pedro Tochas: “Pensava que era um espetáculo normal, mas foi uma surpresa agradável, porque é sempre bom estar em palco e conhecer todo o background do espetáculo”. Um dos que também foi chamado a participar na ação do espetáculo foi Carlos Vieira. Com 22 anos, o animador sociocultural ligado às artes de palco, quis conhecer melhor a dinâmica de trabalho de Pedro Tochas. “Estava mesmo interessado em estar por perto e tentar perceber como funciona a técnica de trabalho dele”, explica Carlos Vieira, de Estarreja, acrescentando que a experiência “foi impressionante” e “enriquecedora”.

 

A Fase de Testes é a primeira parte do projeto de 2014 de Pedro Tochas. “Nariz Preto”, numa alusão ao “universo fantástico”, surge na sequência de uma encomenda realizada pela Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA), no âmbito do projeto de programação cultural em rede – RUCI – ,para ser apresentado nos vários municípios que a compõem. Estarreja é um deles e recebe o novo espetáculo de rua de Pedro Tochas a 14 de setembro, em local e hora a anunciar.

 

A apresentação do espetáculo a estes grupos permite não só perceber a reação do público, mas também “afinar” algumas partes e detalhes. Para Pedro Tochas “este tipo de espetáculo, e a comédia em particular, depende da opinião do público e esta é a melhor maneira de testar. Sozinho não dá”. Com estas sessões o artista capta o feedback máximo da criação: “Tenho que experimentar sempre com pessoas novas, porque quero a surpresa do público. Tenho que trabalhar com um grupo que não sabe o que vai acontecer.” Nuno Filipe Pereira, participante de 39 anos que, juntamente com Cristina Azevedo, deixou Oliveira de Frades para passar a tarde em Estarreja com “um dos artistas portugueses mais conhecidos em todo o mundo”, concordou com Pedro Tochas já que o artista tem com o grupo uma “relação que não pode ter na rua. Aqui pode simular e ter uma opinião de quem vê o espetáculo dele”, aspeto importante “na construção do espetáculo e na construção da personagem”, sublinhou Nuno Filipe Pereira.

 

Em setembro, todos vão poder assistir ao novo espetáculo de Pedro Tochas, à versão final do trabalho que o grupo ajudou a desenvolver. Conforme referiu Pedro Carvalho, “fica a curiosidade de saber o que ele apanhou da sessão e o resultado final como será”.

 

+

http://www.cineteatroestarreja.com
http://www.facebook.com/cinestarreja
http://twitter.com/CTE__



publicado por olhar para o mundo às 10:01 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Nuno Bastos apresenta dis...

Festim 2014: A invulgar e...

Artur Fernandes e Bitócas...

O ritmo do verão bate no ...

CNE - Um baile tradiciona...

Ana Moura é o nome que va...

Vitorino, Carlos Tavares ...

Pedro Tochas com novo esp...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds