Domingo, 08.09.13

Ciclo de Órgão de São Vicente de Fora decorre até dezembro em Lisboa

Compositores dos séculos XVII e XVIII constituem a programação do ciclo de concertos de órgão, que se inicia no próximo dia 14, na Igreja de São Vicente de Fora, em Lisboa, e que termina em dezembro.


O concerto de abertura está a cargo de Robert Descombes que interpretará peças dos compositores Louis Couperin, Louis Marchand, Frei Diogo da Conceição e Johann Sebastian Bach, entre outros.

 

Descombes é, desde 1988, titular conservador do órgão histórico de Orgelet, na região de Jura, um dos três órgãos mais antigos de França, datado de 1627. O organista começou por estudar piano em 1953, e órgão, a partir de 1960, com Marcel Péhu, organista titular do órgão histórico Cavaillé Coll. Em 1964 iniciou uma investigação sobre órgãos antigos de França, Espanha e Portugal, tendo trabalhado com Francis Chapelet, entre 1967 e 1977.Estudou, entre 1967 e 1972, com Michel Chapuis, na Academia do Órgão Francês de Saint Maximin e, entre 1969 e 1971, com o clavicordista e diretor de orquestra inglês George Malcolm. Deu vários concertos em Espanha e em França. Entre 1968 e 1976, tocou regularmente no órgão de S. Vicente de Fora.

 

O órgão de S. Vicente de Fora foi construído em 1756 por João Fontanes de Maqueira e restaurado em 1994, por Claudio e Christine Rainolter. Segundo o seu organista titular, João Vaz (na foto acima), que encerra o ciclo, este “é um dos maiores e mais importantes instrumentos históricos de toda a Península Ibérica”. “A tubaria, quase integralmente original, divide-se por dois teclados e sessenta meios registos”, referiu.

 

João Vaz encerra o ciclo no dia 14 de dezembro, com um programa no qual se incluem Louis-Nicolas Clérambault, frei Domingos de S. José, Francisco de Arauxo, Claude Balbastre, frei Diogo da Conceição e Johann Sebastian Bach.

 

Do ciclo faz ainda parte, no dia 12 de outubro, um concerto pela organista Ana Paula Mendes, com os Pequenos Cantores de São Bruno, e, no 9 de novembro, um recital por Margarida Oliveira e Inês Machado. No dia 12 do programa fazem parte, entre outras, peças dos compositores Georg Muffat, Jacob Arcadelt, Antonio Caldara, Giovanni de Palestrina, Francisco Arauxo, Pablo Bruna, e Joan Cabanilles.

 

Os Pequenos Cantores de São Bruno são alunos da Escola Básica Integrada de São Bruno, em Caxias, nos arredores de Lisboa, que iniciaram a sua atividade no ano letivo de 2003-2004, A sua primeira apresentação pública foi na Igreja da Cartuxa, em Caxias, no Natal de 2004. Criado pela professora e maestrina Ana Paula Mendes, o grupo coral tem como “objetivo proporcionar aos alunos participantes e à comunidade que os acompanha um contacto esclarecido com uma prática musical de qualidade”, segundo texto da organização.

 

A organista Ana Paula Mendes, que dirige os Pequeno Cantores, diplomou-se em Órgão no Conservatório Nacional de Lisboa, com Joaquim Simões da Hora. Estudou simultaneamente clavicórdio e interpretação de música Antiga, com Macario Santiago Kastner. O programa do recital de novembro é constituído por Ramón Ferrenac, Andrés de Solam, Félix Máximo López, Sebastián Durón e José Lidón.

 

Margarida Oliveira estudou órgão no Instituto Gregoriano de Lisboa sob a orientação de João Vaz, inscreveu-se posteriormente na Escola Superior de Música de Lisboa, onde prosseguiu os estudos com Antoine Sibertin Blanc. Atualmente é professora de órgão no Conservatório de Música de Ourém-Fátima. Em 2010 terminou o mestrado em interpretação de órgão na Universidade de Évora, tendo apresentado um trabalho sobre a ornamentação, na obra de Nicolas de Grigny.

 

Inês Machado foi aluna de Margarida Oliveira, e licenciou-se em Órgão pela Escola Superior de Música de Lisboa, sob orientação de João Vaz. A organista já trabalhou com José Luis González Uriol, Javier Artigas, Franz Josef Stoiber, Mauricio Croci, Pieter Van Dijk e Frank Van Wijk. É a organista titular na Igreja Paroquial de Fátima.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 21:48 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Ciclo de Órgão de São Vic...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds