Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Letra Entre a chuva dissolvente no meu caminho de casa dou comigo na corrente desta gente que se arrasta. Metro, túnel, confusão, quente suor vespertino mergulho na multidão, no dia-a-dia sem destino. Putos que crescem sem se ver basta pô-los em frente à televisão hão-de um dia se esquecer rasgar retratos, largar-me a mão. Hão-de um dia se esquecer, como eu quando cresci. Será que ainda te lembras do que fizeram por ti? E o que foi feito de ti? E o que foi feito de mim? E o (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email