Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  Letra   Grândola, vila morena, Terra da fraternidade, O povo é quem mais ordena Dentro de ti, ó cidade. Dentro de ti, ó cidade, O povo é quem mais ordena, Terra da fraternidade, Grândola, vila morena. INSTRUMENTAL Em cada esquina um amigo, Em cada rosto igualdade, Grândola, vila morena, Terra da fraternidade. Terra da fraternidade, Grândola, vila morena, Em cada rosto igualdade, O povo'é quem mais ordena. INSTRUMENTAL À sombra duma azinheira, Que já não sabia a idade, Jurei ter por companheira,
30 Out, 2011

Boémia - Taprobana

Letra   Ai se um dia nosso amor For além da taprobana Meu amor te juro em chama Ir além do mar Muito além do bojador   Ai se um dia esta galera For além das investidas Para lá de Adamastores e tormentas Ficam terras prometidas Prometidas sobre as águas   Mas tem cuidado com os velhos do Restelo Que lançam medos e perigos em novelo Que empurram muito mais pró fundo   Se algum dia der à costa Da tal ilha dos amores Nem as nunfas nem o rufo dos tambores Rufam mais que (...)
Letra   Pelo galope do vento Pelo balanço do mar Pelo engenho e talento Da gente peninsular   Zarpando da pouca sorte, a galope DA magra vida em Lisboa, indo à toa Deram-se ao mar, quase à morte E viram terras de Goa   Somos filhos do vento Somos filhos do mar Somos filhos dos filhos Dos peregrinos do mar   Em vagas e tempestades Arranques e turbilhões Bateram forte as saudades Dentro daqueles corações   Alguns pela fome comidos, vão torcidos Pelo escorbuto (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email