Quarta-feira, 31.05.17

 

Letra

 

Não encontrei a letra ou os créditos desta música

 

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

Sábado, 08.04.17

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 04.04.17

 

Letra

 

Homem ao mar
Que isso ai não dá
Tens o vento pela frente
A sorte é quem vai ao leme
Eu fico cá

Ao acordar
Mais valia flutuar
Que esses dias tão dormentes
E és só sobrevivente
Do azar

Tu, só queres chegar a algum lado
Tu, só queres chegar a algum lado

Homem ao mar
Que a promessa é pra pagar
Levas os filhos na corrente
É o peso que tu tens
De carregar

Se afundares
Quem me dera não olhar
Ficas suspenso no presente
Com certeza que case em
Qualquer lugar

Tu, só queres chegar a algum lado
Tu, só queres chegar a algum lado

E o teu coração navega em contramão
O teu coração navega em contramão
O teu coração navega em contramão

Leva a bandeira
Carrega o pesadelo
Terra firme só não vale
Porto seguro é não ter medo

 

Composição: Benjamim Barnaby Keen

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Domingo, 05.06.16

 

Letra

 

Eu, Rosie, eu se falasse eu dir-te-ia
Que partout, everywhere, em toda a parte,
A vida égale, idêntica, the same,
É sempre um esforço inútil,
Um voo cego a nada.
Mas dancemos; dancemos
Já que temos
A valsa começada
E o Nada
Deve acabar-se também,
Como todas as coisas.
Tu pensas
Nas vantagens imensas
De um par
Que paga sem falar;
Eu, nauseado e grogue,
Eu penso, vê lá bem,
Em Arles e na orelha de Van Gogh...
E assim entre o que eu penso e o que tu sentes
A ponte que nos une - é estar ausentes.

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 25.04.16

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

Flak, músico com uma longa carreira ligada a grupos como Rádio Macau eMicro Audio Waves, e que regressou em 2015 aos trabalhos a solo com «Nada Escrito», regressa com novo single, que conta com a participação e produção de Benjamim (Luís Nunes). Trata-se duma recriação de «De Azul em Azul» - tema do seu, há muito esgotado, primeiro disco a solo (de 1998), que chegará pela primeira vez em Maio às principais plataformas de streaming e lojas online.

 


Letras e música de Flak; Todos os instrumentos foram tocados por FLAK e Benjamim, excepto loop de bateria por João Pinheiro; Produção de Flak e Benjamim; Mistura e Masterização por Benjamim. 

Para celebrar o lançamento do novo single, bem como a reedição digital do seu disco de estreia, Flak e a sua banda (Nuno Espírito Santo no baixo, João Pinheiro na bateria e Zé Guilherme Vasconcelos Dias nas teclas) actuarão no Musicbox Lisboa no dia 27 de Abril (próxima quarta-feira), às 22h30, onde serão revisitadas as várias etapas da sua longa carreira. A noite contará com diversos convidados, entre eles Benjamim, Carlos Morgado (Micro Audio Waves), entre outros a anunciar. Os bilhetes custam 5 € e estão à venda na Bilheteira Online, nos lugares habituais e no Musicbox Lisboa. Mais informações no evento Facebook aqui



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 02.02.16

 

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

Sábado, 30.01.16

 

Letra

 

Vou partir para a terra nova,
vou dar-me a outro lado
que aqui secou o solo,
resta manter-me acordado.
 
O país já anda à roda,
o coração está emprestado,
em Dezembro vou a casa
e em Janeiro estou cansado.
 
Fica Agosto na memória
e os ventos de outra moda,
a nação já não tem glória
e o futuro alinhado.
 
Sobra tempo para a cova
e o dinheiro está contado,
filho bom a casa torna,
mais vale ser retornado.
 
É no sangue, é no sangue,
que te prendem, que te prendem.
 
É no sangue, é no sangue.
 
É no sangue, é no sangue.

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 19.11.15

 

Letra

 

Quando os teus olhos batem na cara
e até o sol te quer conquistar,
nos meus olhos fica a marca
e então eu posso descansar.
Entre o grito para a fama
e a força do leão
vivem os ossos
e a loucura fica fora da equação.
 
Eu vou mesmo que não vás.
 
Quando eu fico com as pernas fracas
até ao terceiro andar,
é só a ânsia que me ataca
que me leva a trepar.
Os tempos vãos de um homem só
estão a acabar
e o preço da primavera
é que veio para ficar.
 
Eu vou mesmo que não vás.

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 18.11.15

 

Letra

 

É na tua rede que vivo,
é na rede,
deita-me fogo à fadiga,
liberta-me da sede
- que eu não vou sair daqui.
 
Nos tempos que correm
o inverno passa sem correr,
limpam-se às armas à sombra,
dedicas-me o poder
- na tua boca vive o meu pão.
 
Vamos queimar gasóleo
para a marginal,
deixa que eu acelero.
Vamos trocar as voltas,
eu ponho a mudança
e tu quebras o gelo.
 
É nas tuas costas que eu venho
rejuvenescer,
disparamos tiros para o ar
sem ninguém ver
- celebramos a união.
 
Como a Escócia terá sempre de obedecer
eu ponho-me de joelhos
para não esquecer
que irei sempre ficar na mão.
 
Vamos queimar gasóleo
para a marginal,
deixa que eu acelero.
Vamos trocar as voltas,
eu ponho a mudança
e tu quebras o gelo.
 
Vamos queimar gasóleo
para a marginal,
deixa que eu acelero.
Vamos trocar as voltas,
eu ponho a mudança
e tu quebras o gelo.

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 13.11.15

 

Letra

 

Ela manda em mim
e eu mando no que ela quer,
eu não mando em nada e, se ela quiser,
nunca, nunca mandarei.
 
Ela faz a lei,
faz-me acordar à hora que lhe convém.
Até doer os ossos, custe o que custar,
eu nunca, nunca irei mandar.
Eu nunca, nunca irei mandar.
 
Só quero sobreviver ao Tarrafal,
eu só quero sobreviver.
 
Porque ela manda em mim
e nos tempos que ainda estão para vir,
eu não sei de nada e faço o que ela quer,
ela faz de mim o que quiser.
Ela faz de mim o que quiser.
 
Só quero sobreviver ao Tarrafal,
eu só quero sobreviver.
 
Só quero sobreviver ao Tarrafal,
eu só quero sobreviver.
 
Ela manda em mim,
só quero sobreviver.

 



publicado por olhar para o mundo às 13:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 21.07.15

benjamim.jpg

 

Benjamim em digressão de um mês pelo país com "Auto Rádio"

O coreto da vila alentejana Alvito será o palco, na terça-feira, para o músico Luís Nunes estrear o álbum "Auto Rádio", com o qual se apresenta em português como Benjamim, deixando para trás o alterego Walter Benjamin.

"Auto Rádio" só será editado em setembro, mas Benjamim antecipa as novas canções - como "Tarrafal" e "Os teus passos" - numa digressão de 33 concertos consecutivos de norte a sul do país, a começar pelo Alvito, onde vive há pouco mais de um ano e onde o álbum foi composto e gravado.

"Um dos meus sonhos era fazer uma digressão a sério, daquelas em que se vai para a estrada não sei quantas semanas seguidas. Uma digressão que ajude a consolidar as canções e a relação entre os músicos", disse à agência Lusa.

De 14 de julho a 15 de agosto, o músico andará por 33 localidades, como Cuba, Serpa, Piódão, Barcelos, São Pedro do Sul, Caldas do Gerês, Cem Soldos e Ílhavo. Com ele seguirão o baterista António Vasconcelos Dias e o fotógrafo Gonçalo Pôla.

Luís Nunes, 29 anos, despediu-se do nome artístico Walter Benjamin no final de 2014. Para trás ficam canções pop rock interpretadas em inglês, registadas em dois EP e nos álbuns "The National Crisis" (2008) e "The imaginary life of Rosemary and me" (2010).

Depois de ter trocado Londres - onde viveu e estudou - pelo Alvito, Benjamim trocou também a língua inglesa pela portuguesa e diz que isso tem "algo de político".

"Queria refletir sobre o país e sobre a geração em que estou inserido. Falar do país em inglês para mim não fazia sentido nenhum e a língua portuguesa fez-me refletir sobre aquilo que queria dizer", explicou.

Sobre "Auto Rádio", que inclui a participação de Jónatas Pires e de AP Braga, um baladeiro do Alvito, Benjamim diz que tem canções muito diferentes, ligadas sem interrupções, como se alguém estivesse a passar por diferentes estações de rádio.

"Este disco também tem muito do Alentejo e do Alvito", disse o músico, que convocou vários habitantes da vila para a gravação do vídeo oficial de "Os teus passos", a primeira canção a ser revelada.

"Auto Rádio" terá edição nas lojas em setembro pela Pataca Discos, mas estará à venda a partir de 14 de julho em cada uma das 33 localidades por onde Benjamim passar.



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 01.05.15

 

 

Letra

 

OS TEUS PASSOS

Quando os teus passos andam para trás
eu não vivo mais,
nem te sei de cor.
Nem te sei de cor.

Levo a cabeça ao peito
e os restos mortais,
já não sou de ferro,
já não sou demais
como achava ontem.

Quando os teus passos andam para trás
eu não vivo mais,
nem te sei de cor.
Nem te sei de cor.

Levas a arma às costas
e o saco de pedras,
deitas a carga fora
e o coração às feras.

Quando os teus passos andam para trás
eu não vivo mais,
nem te sei de cor.
Nem te sei de cor.

Lavas as mãos do fogo
que deixaste na estrada,
eu tinha sangue novo
e não sobrou nada.

Quando os teus passos andam para trás
eu não vivo mais,
nem te sei de cor.
Nem te sei de cor.

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Benjamim / Barnaby Keen -...

Barnaby Keen / Benjamim -...

Benjamim / Barnaby Keen -...

AP Braga e Benjamim - Ros...

FLAK c/ Benjamim - De Azu...

Flak e Benjamim colaboram...

Benjamim - "Sintoniza"

Benjamim - "O Sangue"

Do Céu e da Terra · Benja...

Volkswagen · Benjamim

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds