Quinta-feira, 26.09.13

 

Letra

 

Yo..mantenho-me fiel a mim próprio e aos meus
Princípios
Quero que saibam que:

Não devo nada a ninguém
Ninguém nunca me deu nada
Não nasci em berço de ouro
Não tenho nada de mão beijada
E quando paro e penso
Sinto um orgulho imenso
Quando as portas se fecham sigo em frente e venço
Currículo extenso
Tou a parte não pertenço,
Bom senso, diz-me que nunca haverá consenso

Escrevo rimas desde puto,
Sou o boss quem diria
Acho que gosto disto muito mais do que devia
Até um dia,
A retirada está prevista
Tantos palcos depois nunca me senti artista

Sou realista o entusiasmo é moderado,
O que digo é sagrado vivo no século errado,
Posso não ter mais nada mas a honra ninguém me tira
Desconfio de tudo, a minha volta é só mentira
Hipocrisia, falsidade é o vosso joguinho
Cheguei aqui sem ninguém, hei-de sair daqui sozinho

[Hook]
De pedra e cal
Pó bem e pó mal
Cabeça erguida até ao final
O mesmo de sempre, pronto a lutar
Só paro quando quiser parar

Nasci pobre, mas honesto
Às vezes quando acordo o espelho diz-me que não
Presto
Duvido do que vejo,
Ninguém é mais critico
Rejeito o que faço
Perfeccionismo é mítico

Dou tudo o que tenho, juro que o faço com amor
Cada vez escrevo menos mas acho que o faço melhor
Ainda nem tive tempo para saborear as minhas vitorias
E acho que só o farei quando não passarem de memórias
Eis a história de um MC
Subi ao palco era mais um preto, Agora subo e sou o
AC

Agora oferecem-me amizade
Nada se alterou
Não me esqueço com facilidade
Não me iludo
É suposto a vida ser um vai e vem
E sei que só são amigos quando isso lhes convém
Tudo bem
Eu só quero acordar feliz
Eu já não tenho idade para brincar aos MC's

[Hook]
De pedra e cal
Pó bem e pó mal
Cabeça erguida até ao final
O mesmo de sempre, pronto a lutar
Só paro quando quiser parar

Eu sou música e a minha musica é de paz
Se rimar é fácil rima então se fores capaz
E nem me fales em movimento
A última coisa que preciso é do teu consentimento
A memória é curta, a realidade é crua
O pai constrói a casa e os filhos põem-no na rua

Dor de cotovelo ossos do oficio
Se liga-se ao que dizem era ver-me num hospício
E quem pensa que mudei
Não me conhece
O mesmo AC de sempre só mudou o IRS
Caguei para a fama, é bem mais nobre que me move
O amor pela camisola que visto desde oitenta e nove
Não me vendo nem faço musica à medida
E cada som neste álbum é uma foto da minha vida
Não preciso das luzes da ribalta
Não quero que notem a minha presença, mas que sintam a
Minha falta

[Hook]
De pedra e cal
Pó bem e pó mal
Cabeça erguida até ao final
O mesmo de sempre, pronto a lutar
Só paro quando quiser parar



publicado por olhar para o mundo às 23:15 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Boss AC - Bem Vindos & Ai...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds