Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  Letra   [Verso 1: Azagaia] Tudo começou com pedaços de unhas que venderam Quando descobriram que era a cura para as doenças que aprenderam Então cortaram unhas e depois resolveram Caçar unhas nos cadáveres que se desintegram Depois alguém disse que o cabelo também é remédio Misturado com as unhas faz o pênis ficar um prédio Muitos ficaram carecas pra crescer esse negócio Até comprava-se réguas pra oferecer a cada sócio A seguir descobriram a utilidade do suor Entã (...)
  Letra   [Valete] Eu só queria ser eu, dar-vos a minha espontaneidade Materializar a liberdade que a minha mente fantasia Trocar as leis da sociedade, pelas leis da felicidade Com a minha carta da alforria Mas vocês refugiados na ignorância Oprimem a diferença e oprimem a minha independência Julgam-me, com uma moral que nem é vossa A moral que nos impuseram e que cavou a nossa fossa E faz de nós essa massa domesticada Que vive mascarada só pa'tar incorporada Eu sofro, (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email