Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  ARY O poeta das canções Em disco - dia 17 de Março à venda.    "O espectáculo quer mostrar a actualidade atroz do poeta" in Visão  "Pretende-se (...) não deixar cair Ary dos Santos no esquecimento" Agencia Lusa " O espetáculo recria canções históricas (...) com novos arranjos, com recurso a diferentes linguagens, géneros e estéticas musicais" in Blitz  Ary dos Santos, o nome incontornável da história da música portuguesa, celebraria 80 anos este ano. Autor de mais (...)
    Letra Serras, veredas, atalhos, fragas e estradas de vento, Onde se encontram retalhos De vidas em sofrimento Retalhos fundos nos rostos, Mãos duras e retalhadas Pelo suor do desgosto, Retalha as caras fechadas O caminho que seguiste, Entre gente pobre e rude, Muitas vezes tu abriste Uma rosa de saúde Cada história é um retalho Cortado no coração De um homem que no trabalho Reparte a vida e o pão As vidas que defendeste, E o pão que repartiste, São lágrimas (...)
  Letra   Os bonzinhos e os malvados Dum lado os bonzinhos com o seu ar sisudo andando aos passinhos dentro do veludo. Do outro os malvados cabelos ao vento de fatos coçados por bom e mau tempo. Dum lado os bonzinhos gordinhos, gulosos comendo pratinhos muito apetitosos. Do outro os malvados a ferrar o dente em grandes bocados de chouriço ardente. Dum lado os bonzinhos com muito cuidado a dar beijinhos com dia aprazado. Do outro os malvados a fazer amor sem dias marcados com frio (...)
O poeta José Carlos Ary dos Santos, falecido há 30 anos, é autor, entre outros, de "Desfolhada Portuguesa", "Um Homem na Cidade", "Os putos", "Tourada", "Alfama" e "Lisboa menina e moça", letras de canções frequentemente recriadas pelos novos intérpretes."Ele tinha as palavras do povo e a capacidade pronta de improvisar", disse numa entrevista o guitarrista José (...)
O espetáculo celebrativo dos 75 anos do nascimento do poeta José Carlos Ary dos Santos, com QuimZé Lourenço, inicia na sexta-feira na Figueira da Foz uma digressão nacional, que culminará com a edição de um CD em 2014. “Poeta maior da música portuguesa, Ary dos Santos continua hoje a ser cantado e a ele se deve alguns dos maiores sucessos de sempre da música portuguesa como ‘Cavalo à solta’, ‘Desfolhada Portuguesa’, ‘Lisboa, menina e moça’, ‘Os putos’, (...)
Ary, o poeta das canções, homenageado no Malaposta Surpreendentemente, as músicas da Ary dos Santos, escritas, na sua maioria, há quatro décadas , parecem continuar a fazer todo o sentido na actualidade.  QuimZé Lourenço protagonizou o papel de Ary dos Santos, oferecendo uma versão das músicas históricas do poeta com arranjos mais sofisticados. Esta nova versão incorpora as sonoridades da musica clássica e contemporânea, do jazz e do fado. QuimZé Lourenço contou com (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email