Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  Letra   Eu sei que sou só um rasgo de nada E eu nem sei se te consigo entender Vem falar de coisas triviais Das coisas que não existem que me abanem me tirem do meu lugar Ouve quero romper as cordas Esquecer as horas mortas que me pintaram de cinzento Vem mudar a moldura Salpicar-me de loucura Livrar-me da sepultura E vem vem e dá-me amor de cinema Vem vem e dá-me amor de cinema Vem vem vem vem e dá-me amor de cinema Vem vem e dá-me amor de cinema Vem vem vem vem vem vem vem (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email