Segunda-feira, 13.07.15

50 anos de "Fado português, de Amália Rodrigues, celebrados com edição especial

O duplo CD celebrativo do cinquentenário do álbum “Fado português”, de Amália Rodrigues, que inclui inéditos e os ensaios em estúdio, é editado esta semana.

A edição, da Valentim de Carvalho, coordenada por Frederico Santiago, inclui todas as sessões de estúdio feitas na mesma época, nomeadamente gravações inéditas de temas como “Gaivota” e “Leonor”, e os ensaios com o compositor Alain Oulman e os guitarristas.

À Lusa, Frederico Santiago disse que Amália Rodrigues “inventou uma maneira de cantar que é intemporal”.

“Ela inventou uma maneira de cantar que é intemporal, que é mais moderna que a de agora, e também mais antiga que a antiga”, disse o investigador e musicólogo, segundo o qual “Amália é um daqueles artistas ao nível do Miguel Ângelo".

Frederico Santiago afirmou que, por ocasião dos 50 anos da edição do LP “Fado português”, aproveitou “para editar todos os temas que foram gravados nas mesmas sessões, e que foram editados em outras edições dispersas”.

A edição que chega hoje ao mercado contém 22 temas: os 12 do alinhamento original do álbum – “Fado português”, “Cantiga de amigo”, “Si, si, si”, “Erros meus”, “Nome de rua”, “Na esquina de ver o mar”, “Gaivota”, “Verde, verde”, “Paresito faraón”, “Sombra”, “Fado corrido” e “Ai Mouraria” -, e dez outros, também gravados na mesma altura, mas não incluídos no LP editado em junho de 1965, entre os quais se contam “Espelho quebrado”, “Cansaço”, “As águias”, “Água e mel”, “Fandangueiro” e “Lianor”.

O segundo CD é constituído por gravações inéditas, incluindo os ensaios, e uma versão nunca antes editada de “Fado português” (José Régio/Alain Oulman), gravada em 1967, “mas que fazia sentido incluir”.

Amália “só por intuição faria uma obra-prima, mas não se contentava com o muito bom, queria mesmo o excecional”, afirmou Frederico Santiago.

 

Retirado de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 20.05.15

tributo.jpg

 

 
Tributo a Amália Rodrigues editado em disco em julho



Amália Rodrigues é o vulto incontornável da cultura portuguesa à volta do qual se reúnem alguns dos maiores nomes do fado atual, num disco único, previsto ser editado a 10 de Julho.

Sob direção artística de Ruben Alves (o realizador do multi-galardoado filme "A Gaiola Dourada"), Ana Moura, António Zambujo, Carminho, Camané, Gisela João e Ricardo Ribeiro cantam reportório daquela que é a maior diva do Fado de todos os tempos.
"Amália" conta com as participações excecionais de Caetano Veloso, Mayra Andrade, Bonga e Celeste Rodrigues, estando ainda algumas outras colaborações por confirmar.

"Grito", "Abandono", "Meu Amor, Meu Amor", "Lisboa Não Sejas Francesa" são alguns dos temas que já foram gravados, processo que tem estado a ser documentado por Ruben Alves para um documentário sobre o Fado, cuja estreia se prevê em televisão no final de 2015.

"Amália, ao longo da sua carreira, deu o seu coração ao povo português. E, com a sua voz, transmitiu pelo mundo fora a alma portuguesa, com toda a sua complexidade e beleza", explica Ruben Alves. "Este disco tem como objectivo tocar todas as pessoas que gostam de música, mesmo os que ainda não tenham sido tocados pelo Fado."

Vhils (Alexandre Farto) foi desafiado a desenvolver um rosto de Amália na cidade de Lisboa, projeto que resultará na imagem de capa deste disco.
 

 



publicado por olhar para o mundo às 19:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 07.08.13

 

Letra

 

Não queiras gostar de mim 
Sem que eu te peça 
Nem me dês nada que ao fim 
Eu não mereça 
Vê se me deitas depois 
Culpas no rosto 
Isto é sincero 
Por que não quero dar-te um desgosto 

De quem eu gosto 
Nem às paredes confesso 
E até aposto 
Que não gosto de ninguém 
Podes sorrir, podes mentir, podes chorar também 
De quem eu gosto 
Nem às paredes confesso 

Quem sabe se te esqueci 
Ou se te quero 
Quem sabe até se é por ti
Por quem eu espero 
Se gosto ou não afinal 
Isso é comigo 
Mesmo que penses que me convences 
Nada te digo




publicado por olhar para o mundo às 17:30 | link do post | comentar

Terça-feira, 15.01.13

 

 

Letra

 

Lisboa, velha cidade,
Cheia de encanto e beleza.
Sempre a sorrir tão formosa,
E no vestir sempre airosa.
O branco véu da saudade
Cobre o teu rosto linda princesa.

Olhai, senhores, esta Lisboa d'outras eras,
Dos cinco réis, das esperas e das toiradas, reais!
Das festas, das seculares procissões,
Dos populares pregões matinais,
Que já não voltam mais.

Lisboa, velha cidade,
Cheia de encanto e beleza.
Sempre a sorrir tão formosa,
E no vestir sempre airosa.
O branco véu da saudade
Cobre o teu rosto linda princesa.

Olhai, senhores, esta Lisboa d'outras eras,
Dos cinco réis, das esperas e das toiradas, reais.
Das festas, das seculares procissões,
Dos populares pregões matinais,
Que já não voltam mais.

INSTRUMENTAL

Das festas, das seculares procissões,
Dos populares pregões matinais,
Que já não voltam mais.






publicado por olhar para o mundo às 15:58 | link do post | comentar

Sábado, 18.08.12

 

 

Letra

 

Numa casa portuguesa, fica bem
Pão e vinho sobre a mesa
E se à porta humildemente
Bate alguém
Senta-se à mesa com a gente
Fica bem esta franqueza, fica bem
Que o povo nunca desmente.
A alegria da pobreza
Está nesta grande riqueza
De dar e ficar contente

Quatro paredes caiadas
Um cheirinho a alecrim
Um cacho de uvas doiradas
Duas rosas num jardim
Um S.José de azulejos
Mais o sol da primavera
Uma promessa de beijos
Dois braços à minha espera...
É uma casa portuguesa com certeza!
É com certeza,uma casa portuguesa!

No conforto pobrezinho, do meu lar
Há fartura de carinho
E a cortina da janela, é o luar
Mais o sol que bate nela...
Falta pouco, poucochinho p'ra alegrar
Uma existência singela...
É só amor, pão e vinho e
Caldo verde, verdinho
A fumegar na tigela

Quatro paredes caiadas
Um cheirinho a alecrim
Um cacho de uvas doiradas
Duas rosas num jardim
Um S.José de azulejos
Mais o sol da primavera
Uma promessa de beijos
Dois braços à minha espera...
É uma casa portuguesa com certeza!
É com certeza,uma casa portuguesa!

É uma casa portuguesa com certeza!
É com certeza,uma casa portuguesa! 



publicado por olhar para o mundo às 18:37 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

50 anos de "Fado portuguê...

Tributo a Amália Rodrigue...

Sem Palheta - Rui Veloso ...

Amália Rodrigues- Lisboa ...

Amália Rodrigues- Uma Cas...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds