Sexta-feira, 30.01.15

ailha.jpg

 

 

A Ilha regressa aos palcos

 

Depois do primeiro grande sucesso, com duas sessões esgotadas, muitos elogios e pedidos de repetição, a associação Gambozinos volta a apresentar A Ilha, uma megaprodução em cena no dia 1 de fevereiro, às 15 horas, no auditório do Colégio São João de Brito.

 

O que fazer quando uma catástrofe natural destrói a terra natal de um povo e o atira para uma ilha selvagem? Como lidar com os desconhecidos que são a sua única hipótese de reconstruir a vida neste novo lugar? E como ultrapassar os obstáculos e desafios que surgem pelo caminho?

 

É com estas questões que se deparam Sofia, Pedro e Paulinho, três amigos muito diferentes que protagonizam A Ilha e que nos conduzem numa aventura de recomeços e descobertas, em que as coisas nem sempre são tão óbvias como parecem, e onde descobrem que afinal importa menos o que nos acontece do que as atitudes que temos perante aquilo que nos acontece.

 

A Ilha é um teatro musical inteiramente produzido pelos Gambozinos, que alia à magia de uma fantástica aventura uma proposta para os dias de hoje, baseada nos ideais dos Gambozinos. É uma peça original, escrita, produzida, encenada e tocada ao vivo por um grupo de animadores e amigos dos Gambozinos, que não deixa ninguém indiferente. A primeira edição, no auditório do Museu do Oriente, em Lisboa, repartiu-se em duas sessões, que foram um sucesso – os bilhetes esgotaram e as duas sessões tiveram casa cheia. É por isso que os Gambozinos voltam a apresentar A Ilha, desta vez no auditório do Colégio São João de Brito e a convite da instituição.

 

Os Gambozinos são uma associação juvenil católica sem fins lucrativos com o objetivo de ajudar crianças, jovens e famílias provenientes de meios sociais, económicos e afetivos completamente distintos. Para que essa ajuda se torne possível, são realizadas ao longo do ano atividades de formação e acompanhamento em grupos e campos de férias com os fundos que se vão angariando, procurando construir pontes entre crianças de meios sociais muito diferentes e construir, desde a infância, um mundo diferente e melhor. Este espetáculo será mais um grande contributo para os Gambozinos. Os bilhetes podem ser comprados através do email ilha.gambozinos@gmail.com (€12).

 

Sobre os Gambozinos

O “sonho” dos Gambozinos é, através do desenvolvimento humano e social, unir jovens e famílias de meios económicos e culturais diferentes. Todos ficam mais ricos quando mundos diferentes se conhecem e se relacionam. Trabalham a diferença social para que esta se torne riqueza e não motivo de exclusão. Quebram barreiras, promovem a amizade entre pessoas de realidades sociais diferentes e crescem na relação com Deus, no respeito pela natureza e no serviço aos outros. Os Gambozinos são uma associação católica sem fins lucrativos. Têm como missão fomentar a coesão social entre mais de 350 crianças, com enfoque nas regiões de Braga-Porto, Peniche-Lisboa e Pragal-Lisboa. A formação pessoal/social das crianças é assegurada por um grupo de 100 voluntários entre os 18 e os 30 anos que promovem, ao longo de todo o ano, atividades pedagógicas, criativas e lúdicas (visitas às famílias, explicações, campos de férias, fins de semana formativos e criativos, etc.). Os frutos da ação dos Gambozinos confirmam a sua aposta na construção de um mundo mais justo, humano e sustentável.

Mais informações em www.gambozinos.org ou www.facebook.com/associacaogambozinos 



publicado por olhar para o mundo às 12:49 | link do post | comentar

Sexta-feira, 14.11.14

 

Letra

 

A Ilha

Mundo triste este a que pertenço:
Diverte-se a fazer nascer uma ilha no meio do oceano imenso,
Que por mais que tente abraçar essas gotas salgadas sem cor
Continua seca no interior...
Mesmo quando ao abandono, capaz de gerar vida de vigor
Mas a água nunca o vê como tesouro.
Tenta inundar com ondas esse árido maldito
Como se fosse um tumor que mancha o seu belo infinito...
É a sua própria fronteira,
Ela sabe que é diferente do que a rodeia ainda que não queira...
Tanto mar e ela sozinha mesmo quando não está.
Tanto mar e é um peixe fora do seu habitat.
Mas a ilha sabe que as há como ela,
Separadas por essa cortina intransponível de água que a flagela...
Isolada, resta-lhe olhar para o horizonte, sonhar alto
E esperar que algum barco chegue ao seu arenal...

Mas ninguém chega (Não)
E a ilha vai esperando,
Perdida no seu canto a olhar para o distante...
Mas ninguém chega
E a ilha vai esperando,
Enquanto se afunda lentamente no oceano...

Ninguém chega (Não)
E a ilha vai esperando,
Perdida no seu canto sem sombra de viajante...
Mas ninguém chega
E a ilha vai esperando,
Até que se afunda para sempre no oceano...

 



publicado por olhar para o mundo às 08:12 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Musical "A ilha" regress...

Sarcasmo - A Ilha (prod. ...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds