Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Hoje acordei num dia cinzento
Desde o começo senti que era diferente
Tinha uma sensação de estranheza cá dentro
Como naqueles dias que tu pensas no antigamente
A minha mente dizia falta algo é tão claro como água
Refletia sobre o porquê da vida ser amarga, trava
A maior arma é não deixar esmorecer a alma
Acreditar que o jogo não está perdido
Continuar a sorrir por muito que possas estar fodido
Eis a questão eu não vejo ninguém a sorrir
Sem orientação já ninguém deixa fluir

 

Não encontrei a letra desta música

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email