Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

Em partes parto os sonhos
vão a fugir
pela agua nos meus olhos
e falham-me as palavras
no fim
calam-se as canções
e eu fui
amado sem perguntar
uma luz
que eu de volta sobre o mar
e perder
só perde quem ao mar se fez
e eu fui
e voltarei a ser
essa luz
e sem aviso a manhã vem
outra vez

Não há ninguém nas ruas
só escombros
cenário de um pós-bomba
e escrevi nas paredes
tantas vezes
porquê?
já sem esperar resposta
e sei
tu foste esse lugar
onde eu fui
pra não poder ficar
esquecer
que a noite chega ao fim
eu fui
e voltarei a ser
essa luz
e sem aviso a manhã vem
outra vez

e sem aviso a luz rompe a manha
outra vez

Que esta noite noite chegue ao fim
sim eu fui
e sei que tudo volte a ser
de novo essa luz
vem a manhã e nasce
outra vez

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email