Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

Por vezes quando nós discutimos
E na raiva eu te digo coisas que até magoam, sim!
Eu digo tantas coisa feias
Alguns nomes nos chamámos
Mas depois eu me arrependo, sim!

Refrão
Não liga não!
O que na raiva eu te digo
Pois é ela fala por mim
Não liga não!
Pois na verdade o que eu sinto, é que tu, tu pra mim
És única mulher, que me completa
Ficar sem ti um segundo, me inquieta!
Tu pra mim és a única mulher
Que me satisfaz e com apenas um abraço me desmonta!

Por vezes já me aguenta
Dizes que vais embora e eu no meu orgulho digo vai
Demonstro não me importar
Se tu já não queres ficar, mas a cena é diferente
Pois por dentro eu choro!

Refrão
Não liga não!
O que na raiva eu te digo
Pois é ela fala por mim
Não liga não!
Pois na verdade o que eu sinto, é que tu, tu pra mim
És única mulher, que me completa
Ficar sem ti um segundo, me inquieta!
Tu pra mim és a única mulher que me satisfaz
E com apenas um abraço me desmonta!

Vais acreditar que és a única que me faz sentir assim
Não existe uma, uma outra que me faz igual a ti
Mas eu finjo que se eu te perder
Finjo que eu vou ficar bem
Mas a verdade é que, tu, tu pra mim
És única mulher, que me completa
Ficar sem ti um segundo, me inquieta!
Tu pra mim és a única mulher que me satisfaz
E com apenas um abraço me desmonta!


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.