Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

rogerio.jpg

 

 

Rogério Charraz e os Irrevogáveis 

 

Dia 26 de Maio 

Cinema São Jorge  Sala 2 

21:30H

Bilhetes: 10€

 

Rogério Charraz está de volta com o terceiro álbum de originais. Não Tenhas Medo do Escuro é o nome do seu novo trabalho. “Este é um disco muito verdadeiro, em que as canções estão muito mais próximas da sonoridade original, quando acabam de ser compostas. É um disco de autor, feito por alguém que não precisa de fronteiras nem de gavetas para se definir. É um disco de música portuguesa e também de música do mundo”, explica Rogério Charraz.

O álbum é composto por 11 canções e todas são da autoria do próprio Rogério Charraz, com exceção de Meu Amor Eterno, composta em parceria com o pianista Júlio Resende, que também a toca no álbum. É uma canção muito comovente, com uma letra escrita por Rogério Charraz e dedicada à sua mãe.

Além de Júlio Resende, Não Tenhas Medo do Escuro conta ainda com as honrosas participações da fadista Katia Guerreiro, da guitarrista Marta Pereira da Costa e do acordeonista João Gentil. Os irmãos Buba e Eduardo Espinho e também António Caixeiro completam a lista de músicos convidados, trazendo o Alentejo para a canção Chuva nos Beirados.

Entre os autores das letras destaca-se o jornalista José Fialho Gouveia, que assina cinco das canções do disco.
Joana Correia (mulher de Rogério Charraz que se estreia na escrita de canções com duas letras), a romancista Filipa Martins, Maria Morgado e Rogério Perrolas escreveram as palavras para os restantes temas.

Todas as imagens promocionais – incluindo a foto de capa – são da autoria de Jorge Simão, fotojornalista que tem feito trabalhos com vários artistas portugueses e que, em 2011, foi galardoado com o Prémio Gazeta de Fotografia.

“Quem tem a sorte de poder contar com estas colaborações não pode ter medo do escuro”, sublinha Rogério Charraz.

 

Rogério Charraz - voz e guitarra
Carlos Lopes - acordeão e voz
Edu Miranda - bandolim
Jaume Pradas - bateria e voz
Luis Pinto - baixo e voz
Paulo Loureiro - teclas e voz
  

E muito convidados!!!

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email