Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

rodrigo serrão.jpg

 

 
Foi perante uma plateia atenta que ansiava há muito por este lançamento, que Rodrigo Serrão apresentou ao público, no passado dia 11 de Fevereiro, o seu disco de estreia a solo.

Convidando a uma viagem pela maior parte dos temas que compõem o disco e que o têm popularizado online, houve ainda lugar a algumas surpresas e estreias num concerto recheado de emoções fortes e onde a delicadeza se insinuou, perdurando ao longo da noite pela plateia do Centro Cultural do Cartaxo.

Fazendo parte do alinhamento do espectáculo as músicas que contaram com participações especiais no álbum, marcaram também presença em palco três convidadas: Maria Ana Bobone, Fernanda Paulo e Joana Pessoa, além do percurssionista Andrés Pérez.

O concerto, pré-anunciando a data oficial de lançamento (3 de Março), terminou revelando um dos momentos mais emotivos da noite: com um agradecimento e uma dedicatória clara ao seu público, num poema a que o artista chamou “A minha gente”.
 

“Este é o tema com que acabamos agora o espectáculo e é vosso: porque é assim que eu vos vejo, porque é assim que eu nos vejo. Por mais que nos imponham andar de costas voltadas, não somos assim tão diferentes: sonhamos, rimos e choramos todos com mesmas coisas. A minha gente!”
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email