Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

eu sei não dá
chove hoje lá fora
mas deixa-me ir embora

eu tentei por nós
virar-me do avesso
não vês que não mereço

É natural
ajuda-me a crescer
a poder sair
dá-me um sinal
ajuda-me a nascer
e a viver sem ti

aquelas noites
que duravam dias
e o que eu sentia ao pé de ti
era maior do que eu

mas tornou-se frio
o mundo vazio
sem sentido e aconteceu
a minha transformação

eu sei vai passar
mas sou refém do tempo
balanço com o vento

eu tentei dar a volta
mas há sempre um limite
para a nossa maluquice

é natural
ajuda-me a crescer
a poder sair
dá-me um sinal
ajuda-me a nascer
e a viver sem ti

não te quero amar
o sonho que vivemos chega hoje ao fim
oo fim

aquelas noites
que duravam dias
e o que eu sentia
ao pé de ti
era maior do que eu

mas tornou-se frio
o mundo vazio
sem sentido e aconteceu
a minha transformação

A minha transformação
A minha transformação

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email