Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

31 Mai, 2017

Ricardo Má sorte

ricardomásorte.jpg

 

 

Nascido em Setúbal em 1981 como Ricardo De Sousa , surge agora com o seu projecto a solo intitulado “Ricardo Má Sorte”.

Conhecido por ser uma das personalidades mais influentes do underground português, deu a cara a projectos no fim dos anos 90 como os “Grunk”.

Em 2002 fundou como vocalista a primeira banda third wave ska em Portugal, os “Banshee And Somethig Else We Can’t Remember”, que trabalharam com Eddie Asworth (Sublime, Long Beach DubAll Stars) e Jason Livermore e Bill Stevenson (The Lemonheads, Mad Caddies, Less Than Jake, Nofx, Lagwagon, The Descendents etc...). Em 2008 integrou a banda “More than a Thousand” como Baixista e backvocals, onde fez inumeras tours e partilhou palcos com grandes nomes da música mundial ( Metallica, Incubus, Ill Nino, Papa Roach, Blindside, 30 Seconds to Mars, Sepultura, Guano Apes etc.)

Dia 25 de Maio de 2017 lançará em formato digital o EP de estreia que estará disponivel em todas as plataformas digitais a nivel mundial (Spotify, Itunes etc...). O seu album de estreia conta com o cunho dos produtores Vasco Ramos e Filipe Survival, que produziram bandas e artistas como: Hands on Approach, Mickael Carreira, David Carreira, Os Aurora, April Ivy, Berg e o próprio Ricardo Má Sorte. Este album encontrase já em fase final e prevê-se que esteja disponível depois do verão.

 

Ricardo Má Sorte ao vivo conta com uma banda explosiva fazendo parte desta: Pedro Pais (ex baterista de More Than a Thousand, Hills Have Eyes e One Hundred Steps), Filipa Amaro e Penthy Roussies ( ex guitarrista e ex baixista da artista Dilana Smith que ficou em 2º lugar no programa americano Super Nova e Finalista do The Voice Holanda).

 

O seu single “Aperto no Peito” está disponivel desde Abril de 2017 no Youtube e tem vindo a receber muito boa aceitação por parte do público nas redes sociais. Em Junho sairá um novo videoclip do tema “CIDADE”, também incluído no EP de estreia. A sua sonoridade é rock pop, embora tenha sempre buscado influencias no folk e do punk. As letras, todas elas em português e com uma mensagem forte, depressa começam a despertar no publico a diferença, destacando-se de um panorama musical repleto de modas e banalidades

 

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email