Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

ores entre tu e mim
e o vento varre a luz do céu azul
Essa cara por desmanchar
meu caminho para redenção
Quando é que te tiro o sorrir
Verdadeira motivação

Eu queria-te só pra mim
dois metros debaixo do chão
essa morte de amor por mim
é um conto de ficção

Só porque eu te minto
massagas-me o ego
só porque não sinto
feridas já em aberto

Foi composto, tocado, gravado, misturado, masterizado pelo Rapaz na Maia entre Setembro de 2015 e Janeiro de 2016.
A arte é do Lourenço Providência.
Rimar "mim" com "mim" de propósito.
A força é do alto.
As letras são da vida.

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email