Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

lacre.jpg

 

Os LACRE vão estar  no dia 19 de Julho em Madrid, apresentar o  Álbum "Opus 0" no "Festival de Villas - Conciertos Estío" no Teatro Conde Duque.

Vieram lá do norte mais norte do norte de Portugal, com as dúvidas - e os sonhos... - de quem quer mostrar o que vale,  ainda que sabendo os muitos quilómetros que separam Bragança do "País que decide".

 

 Pouco tempo passado, os receios transformaram-se em sorrisos, as dúvidas em certezas. Afinal, é mesmo verdade,  o talento é capaz de vencer distâncias. 

 

 Todas as distâncias.

 

Os LACRE são, hoje, uma das mais belas revelações dos últimos anos na Música Portuguesa. 

 

Mas quem são, afinal, os “LACRE” ?

 

Nasceram da cumplicidade de Miguel Moita-Fernandes e Yazalde Afonso, amigos de infância e companheiros de outros projectos musicais , partilhada com a excelência musical dos irmãos Rómulo e Igor Ferreira e a límpida e melodiosa voz de Carolina Vieira.

 

 Provenientes de Bragança, de Mirandela e de Povoação, nos Açores, juntaram diferentes vivências e uma vontade comum para conseguir um trabalho cheio de inspiração.

 O “cartão de visita” é “Opus 0”, álbum primeiro, feito com a força dos sonhos de quem se estreia e produzido com a tranquilidade da experiência e do saber do mestre António Pinheiro da Silva.

 

 LACRE : “ A inspiração é um momento e acontece, não é uma coisa que se possa explicar por palavras"

 

CAROLINA VIEIRA -voz - MIGUEL MOITA-FERNANDES – guitarra clássica – YAZALDE AFONSO – guitarra clássica – RÓMULO FERREIRA – violoncelo – IGOR FERREIRA – violino

 

 

 

Link da página do Facebook

https://www.facebook.com/lacremusic/

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email