Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

pozzo.png

 

 

http://www.dorfeu.pt/criacao


Pozzo chega a Sevilha. Conchas pelo país. d’Orfeu AC com 8 espetáculos em digressão!

“Pozzo” chega a Sevilha! A estreia do espetáculo em Espanha será a 11 de junho, no festival Circada.

 

A d’Orfeu tem, neste momento, oito criações na estrada. Estreou “Conchas” e “Pozzo”, duas co-produções, em abril passado e enfrenta uma intensa agenda de verão, cruzando muitos palcos e territórios. A cada semana, multiplicam-se as viagens e as emoções. As agendas completas podem ser conhecidas emhttp://www.dorfeu.pt/criacao/.

“Pozzo”, de Rui Paixão e Carlos Reis, o mais recente projeto criativo com carimbo d’Orfeu, estreado em abril numa co-produção com o Cão à Chuva, é apresentado a 11 de junho no festival Circada, em Sevilha (Espanha). Vai passar depois por Braga, Almada, Guimarães, Ovar, Paredes de Coura, Caldas da Raínha e Sines. O “Pozzo” chegará em setembro a Águeda!
O outro espetáculo da mesma dupla, “Lullaby”, chega este fim-de-semana a França, onde se apresenta no Festival Les Années Joué, na região de Tours, com apresentações a 4 e 5 de junho. Seguirá diretamente para Sevilha e Málaga, também no âmbito do Circada, antes de prosseguir uma intensa agenda de verão por todo o país e no estrangeiro.

Outra estreia de abril foi “Conchas”, o espetáculo para bebés co-produzido entre d’Orfeu AC, Marionetas de Mandrágora e Franziska Aarflot (Noruega). Já passou por Ílhavo, Sever do Vouga, Estarreja, Águeda e Abrantes, com famílias encantadas em todas as sessões. As próximas apresentações são em Oliveira do Bairro (Quartel das Artes, 12 de junho) e em São João da Madeira (Casa da Criatividade, 2 de julho).

No passado fim-de-semana em Almada, no Festival Sementes, esteve o espetáculo “Borbolino”, solo de Ricardo Falcão inspirado no livro homónimo de Odete Ferreira. O solo de Ricardo Falcão, que ultimamente passara também por Espinho e Vagos, volta a ser apresentado a 24 de junho, na Biblioteca Municipal de Estarreja.

Pelo meio das gravações para novo disco, os “Toques do Caramulo” voltam à estrada já este sábado, 4 junho, nas Festas do Município de Estarreja. Antes, houve concertos em Redondela (Galiza) e Penedono. A 21 de julho tocarão no Babelsound festival, na Hungria.

Por Guimarães, Beja, Estarreja e Aveiro passou já o “Muito Riso, Muito Siso” este ano. Também em Guimarães esteve, no último sábado, o “Reportório Osório”, que tem novas datas para breve. Por fim, destaque para “Birilibaile”, formação que, depois da participação no Festival i, tem prevista para agosto uma digressão a Neuchâtel, na Suíça.

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.