Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Acordas p'la manhã,
e em casa pouco te demoras,
vestes algo, mal te lavas e nao comes
sais correndo por essas ruas fora
para passar oito horas do dia,
no escritório onde tu trabalhas.

(Ref.) É o mundo cão, mundo cão, mundo cão

Corre, corre não podes perder o apito
tu sabes bem o relógio nunca espera
não te atrases quando vais picar o ponto
o teu patrão fica pior que uma fera.
Fazes contas e descontas para a caixa
e no fim do mês tens de contar as migalhas

Ref.

Cuida da vida e cuida das migalhas
talvez consigas uma boa promoção
segue o exemplo dos teus colegas canalhas
que te desprezam por essa mesma razão

De regresso a casa, matas a sede,
bebes uns bagaços,
afogado pelo alcóol que bebeste
esqueceste as frustrações e os fracassos
E OS FRACASSOS

Ref.

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.