Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Desavindos dias maus
que nos levam para a cama
com a cabeça a latejar
e a esperança presa à lama

Por mais que tente só sei errar
acho que do chão não passo
quero um novo dia sim
para dar fim ao meu fracasso

Fecho os olhos e acredito
que amanhã consigo

Vou vencer esta barreira
a primeira derradeira
para mim o desafio é morrer
sem querer tentar

Acordei, desliguei
a ficha da covardia
vesti a vida
o sol do meio dia

Hoje o mundo é minha casa
peguei fogo aos papeis
já não escondo a minha cara
e os dedos com anéis

Abro os olhos e já sei
que hoje acertei

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email