Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

WDM_DRAC_FF.jpeg

 

Os Waste Disposal Machine regressam aos concertos no próximo dia 6 de fevereiro, actuando na primeira edição da série Experimental Stages organizada pela Direito de Resposta - Associação Cultural, na Figueira da Foz.

 

Os Waste Disposal Machine são um trio de rock/metal industrial, que se divide entre Torres Novas e Tomar.

 

Entre 2002 e 2007, a banda lançou três CDrs e integrou várias colectâneas, tendo rodado por diversos palcos (em Portugal, mas também em Espanha) cuidadosamente seleccionados e alguns festivais.

 

O primeiro álbum de originais "INTERFERENCE" foi editado em 2008, com selo Thisco. Na sequência deste álbum, e do álbum de remisturas "RECYCLED", os Waste Disposal Machine percorreram Portugal de norte a sul e regressaram também a Espanha, num período de intensa actividade que se prolongou até 2010.

 


Em 2010, os Waste Disposal Machine começaram a preparar o seu segundo álbum de originais, um longo processo que terminaria apenas em 2014. Pelo meio, a banda sofreu a maior e mais drástica alteração na sua formação,

 


tendo passado de quinteto a trio e cessou completamente os concertos que apenas seriam retomados em 2014, com a edição de "DEBRIS".

 


Pensado como um álbum com duas “faces” (uma preenchida com temas integralmente compostos e executados pela banda e outra com temas compostos ou executados em colaboração com artistas de diversas origens e diferentes géneros musicais), “DEBRIS” foi editado, novamente, pela Thisco e marcou o início de uma nova fase no trajecto dos Waste Disposal Machine. Um novo ciclo de concertos levou a banda, agora em formato trio, a palcos de norte a sul do país.

 


Actualmente, os Waste Disposal Machine preparam o seu terceiro álbum de originais, ainda sem data de edição prevista, e retomam os concertos em 2016, com mais uma série de datas que se prolongará até ao final do primeiro semestre, altura em que a banda se concentrará exclusivamente na composição de novos temas.

 

WASTE DISPOSAL MACHINE:
João Gonçalves – voz/textos/programações
Miguel Silva – guitarras, teclados e programações
Rui Jorge – guitarras

 

Links:
http://wastedisposalmachine.wordpress.com/

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email