Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Ergo-me da cama que me aquece, que me prende,
Que me trama se me chama p'ra dormir.
Saio sem demora, já é hora de no escuro
Lá de fora o sol resolver surgir.

E acordo sonolento, rabugento,
Ruminando um lamento por ter de ir trabalhar.
Mas penso positivo e concluo que estar vivo
É motivo mais que bom p'ra me animar.

E então saio de rompante, torno-me mais confiante
Vendo o dia amanhecer.
Escolho o meu melhor sorriso, e aceito o improviso,
Que o meu dia vai trazer.

Aproveito ao segundo, tudo aquilo que este mundo,
Faz p'ra me surpreender.
Levo o dia numa boa, que "p'rá frente é que é Lisboa!
Sinto-me de bem com a vida, seja o que tiver de ser!

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.