Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

OPEN_MIND_ENSEMBLE.jpeg

 

Open Mind Ensemble . Improvisação em Tempo Real

Luis Vicente . trompete
Bruno Parrinha . sax soprano
Francisco Andrade . sax tenor
Albert Cirera . sax tenor 
Miguel Mira . violoncelo
Paulo Pimentel . piano 
João Lencastre . bateria 
Luis Bragança Gil . direcção musical

Grupo de criação musical em tempo real, baseado em Improvisação Livre Conduzida

Trata-se de um grupo com uma linguagem inovadora, pois combina a Improvisação Livre (ou seja, musica improvisada sem nenhum tema pré-definido) com uma Direcção Musical que transporta o resultado musical numa Composição em Tempo Real. A direcção intervêm na criação que os músicos estão a produzir, no sentido de a conduzir – conducting – originando uma estrutura musical, que também ela está a ser criada em tempo real. Assim o maestro/conductor faz a sua improvisação através do seu ”instrumento” que é o ensemble instrumental. Com a sua géstica vai direccionando o grupo para novos caminhos, muitas vezes muito contrastantes, interferindo assim no "conteúdo musical" do grupo ao longo do tempo da performance.

Nesta relação instrumentistas/conductor há uma grande horizontalidade na sua inter-relação, tendo todos uma igual importância no resultado sonoro. Isto possibilita um grande eclectismo de linguagens, grandes contrastes estilísticos, potenciando paradoxalmente tanto a criação individual muito pessoal de cada músico, como uma grande coesão de conjunto; independentemente da linguagem resultante em cada take que, por natureza, é sempre nova e surpreendente.

Fez a sua primeira apresentação pública em Março de 2013 na Livraria Ler Devagar, e tem vindo a apresentar-se com alguma regularidade no Teatro A Barraca, e recentemente foi convidado a participar no Festival Internacional de Música Exploratória OUT.FEST 2014, na VII Temporada de Música do Instituto Superior Técnico, entre outros locais. Na revista Jazz.pt o crítico musical Nuno Catarino considerou um dos concertos do Open Mind, um dos 10 melhores concertos do ano 2014, a par de nomes como a Sun Ra Arkestra, Peter Evans Quintet, Louis Sclavis Atlas Trio, Carlos “Zíngaro”/Fred Lonberg-Holm/Chris Corsano, Carlos Barreto Lokomotiv e o legendário Wayne Shorter.

http://www.misomusic.com/index.php?option=com_icagenda&view=list&layout=event&id=193&Itemid=503&lang=pt

O’culto da Ajuda
Miso Music Portugal

art music centre

because sound matters

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email