Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

omiri.jpg

 

 

OMIRI, de Vasco Ribeiro Casais, está de regresso aos discos com "Baile Electrónico". 

Depois de 7 anos sem editar, em “Baile Electrónico”, OMIRI apresenta-nos um projecto maturado, consolidado num percurso que se tem feito em espectáculos ao vivo dotados de uma forte componente audiovisual.

"Baile Electrónico" será editado no dia 21 de Abril e nesse mesmo dia, Vasco Ribeiro Casais fará o concerto de apresentação no Teatro da Luz às 22h. 

O disco conta com as participações de duas convidadas: "País Colmeia" (ver video abaixo), primeiro single de "Baile Electrónico", conta com a rapper Capicua, que através da sua letra interventiva e de critíca social nos remete para a questão do País adiado sobretudo por questões de ordem económica. E conta também com a Celina da Piedade que nos brinda participando no tema "Campos em Flor". 

 

Para além dos instrumentos utilizados anteriormente como a Nyckelharpa, as Gaitas de Fole Portuguesas ou o Bouzouki, neste trabalho Vasco Ribeiro Casais alargou o leque de instrumentos tradicionais portugueses adicionando o Cavaquinho e a Viola Braguesa.

Toda a componente electrónica é feita através da manipulação de recolhas realizadas na sua maioria por Tiago Pereira o que confere a todo disco uma sonoridade mais viva e orgânica. Para além da utilização de pequenos “samples” transformados em loops rítmicos, também são usadas frases melódicas inteiras de ícones da tradição oral portuguesa (Adélia Garcia, Tia Adorinha, Margarida Fidalgo Magalhães, entre muitos outros).

Vasco Ribeiro Casais é mentor dos grupos Seiva, Sopro, Dazkarieh e Omiri. Já trabalhou como músico, produtor e compositor com Uxu Kalhus, Né Ladeiras, Carlos Mendes, Celina da Piedade, Filipa Pais, Kepa Junkera, O Báu, Velha Gaiteira, Tiago Torres da Silva, Nação Vira Lata, Toc'andar, Rui Junior, Voodoo Marmelade, Fado Morse, Orquestra de Foles, A Mariposa, Fogo do Ar, Alma Menor, João da Ilha, Xoto.


Mais recentemente gravou, misturou e masterizou o tema “Primavera” de Celina Piedade (3o lugar do Festival da Canção de 2017)

 

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.