Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

em vida de casal
o mundo só me queria a mim
propostas de homens e senhoras
às quais eu nunca disse sim

era censurado
o que as pesssoas me queriam fazer
fantasias complicadas
que eu nunca cheguei a conhecer

e agora que o tempo me deixou desocupado
parece que a multidão foi passear para outro lado

agora que eu tenho horas pra gastar
agora que eu tenho horta para plantar
tenho flores, mas não tenho a quem dar

passava dias a evitar
olhares da menina do café
deixei de ser marido
ela já não quer fazer cafuné

no restaurante eu era
a especialidade principal
mas passei de bife do lombo
a ser arroz empapado e sem sal

em hora de jogo eu era torre, cavalo e rei
sem rainha desci pra peão e nem por bispo passei

agora que eu tenho horas pra gastar
agora que eu tenho pernas para andar
já não tenho sapatos pra calçar

agora que eu tenho horas pra gastar
eu que gosto tanto de cozinhar
não tenho a quem fazer jantar

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email