Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Podia ser o que eu quisesse
Ninguém me impedia de ser
Às vezes, o corpo enaltece
Coisas que a mente não pode ter

E deixa-se levar para longe
Por estradas fora de alcatrão
E quando não tens para onde ir
E ninguém para te dar a mão

Refrão:
Quando eu vi
O que sou
Este homem sem direcção
Eu fugi
Do meu corpo
E a cabeça dorme no chão
Quando eu vi o que sou

Se máquina do tempo houvesse
E me levasse até lá atrás
Este corpo que não obedece
Tivesse forças para recomeçar
Quantas vidas deitei fora
O cimento não chora
Em cima é tudo céu
Inferno, o meu corpo adora
Esqueceu onde mora
Deito o ouvido no chão para ouvir a banda sonora

Refrão:
Quando eu vi
O que sou
Este homem sem direcção
Eu fugi
Do meu corpo
E a cabeça dorme no chão
Quando eu vi o que sou

Sir Scratch
Ando o corpo anda a fugir há bués
Ando com o corpo já dorido há bués
Mas nunca dei barra. Vontade sempre tive, boy.
Sempre tive garra, ah, isso bués.
Mas qual motivo?
Para quê o desgaste?
Eu ‘tou agora no Espelho e câ dê o gajo?
Eu ‘tou agora no meio do azar, do meio da sorte e no meio da morte para com sete cacos ou sete azares
É só casares, é só viveres, é só tentares, é só dizeres “está tudo bem” quando não ‘tá
E quando tá, tás só e quando vês que foram só prazeres.
Tanto faz.
O que é que importa? Ninguém se importa.
Se alguém se corta é porque tem de ser.
Ninguém aborta. Ninguém diz 'corta'.
Porque os espelhos são assim, boy.
Partem sempre.

Quando eu vi
O que sou

Sir Scratch
Ninguém aborta. Ninguém diz 'corta'.
Porque os espelhos são assim, boy.
Partem sempre.

Quando eu vi
O que sou

Sir Scratch
Ninguém aborta. Ninguém diz 'corta'.
Porque os espelhos são assim, boy.
Partem sempre.

Refrão:
Quando eu vi
O que sou
Este homem sem direcção
Eu fugi
Do meu corpo
E a cabeça dorme no chão
Quando eu vi o que sou
(x 2)

Quando eu vi
O que sou
(x 5)

~~

MÚSICA
Letra: NBC e Sir Scratch

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email