Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

E se o grito nos falhar
Não te vás embora
E se voz desafinar
Não a cales agora

Tu não me faltes nunca
Tu não me faltes nunca

Trás me um poema simples e cru
Sem ser literatura
Faz da guitarra inerte e sem som
Instrumento de cura

E se a sede nos secar
E se a fome nos tombar

Tu não me faltes nunca
Tu não me faltes nunca

Acedo a tempo de tudo
Liberta a cabeça do pobre cisudo
Empurra sem medo este corpo a pesar
Empurra sem medo este corpo a pesar

Tu não me faltes nunca
Tu não me faltes nunca

Nunca me faltes

Nunca me faltes

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email