Segunda-feira, 26 de Maio de 2014

 

Letra

 

Já vejo um raio de luz, o sol acorda cedo
e a cidade conduz cada um ao seu emprego
e eu continuo aqui só no meu mundo

 

 

"A todo o criador, solitário que produz
horas a fio fechado sem ver a luz
na cave na garagem ou nos anexos,
vocês são a inspiração para todos estes versos
desde 93 entre rimas e batidas
repetições de amostras cortadas ou mais compridas
rodeado de velhos vinis, cd's sem caixa
fui viajando sempre de faixa a trás de faixa
na procura do segmento que melhor se encaixa
obtinha graves incríveis com a ressonância baixa
no inicio, tudo era artesanal
não havia sequenciadores era em tempo real
o mano ace introduziu a primeira caixa de ritmos
com o metronomo, e drum kits potentissimos
tinha um sample da casio com 5 segundos de memória
com o prato em 45 obtia o dobro da amostra
desde então, treinava intensamente todo o dia
mal acordava muitas vezes nem dormia
minha mãe dizia mundo isso faz-te mal
descansar o corpo é um bem essencial
estava branco pálido, corvado como um inválido
entre o trabalho e a escola a musica dizia-me algo
um par de anos mais tarde o primeiro processador
saí do mundo a preto e branco, para um universo de cor

Já vejo um raio de luz, o sol acorda cedo
e a cidade conduz cada um ao seu emprego
e eu continuo aqui só no meu mundo

fast tracker 2,
primeira plataforma que eu usei
milhares de produções ao certo quantas eu nem sei
nasceu então o velho expresso submundo
gravado numa noite em directo no velho 2º
microfone de conto para 4 dj guze está no prato
num grundig que o palhas nos tinha emprestado
tudo era recitado, num gravador de cassetes
se a agulha saltasse, repetia-se de novo os rap's
vice-versa, nada era montado peça a peça
tinha que arranjar maneira de editar
por pistas bem de pressa
tornou-se possível 4 anos mais tarde
comprei um multi pistas no sinistro médio grave
2000, a mpc akg em condições
mais qualidade possibilidade de equalizações
um processamento de efeitos
tudo isso para mim eram novos conceitos
o entusiasmo crescia, o primeiro assalto viu a luz do dia
informação ao nucleo, roka forte, reflexologia
em 2003 dealema saía maduro como vinho da terra que nos influencia
5.000 e tal noites noites de fumo em resumo
10 vezes mais em batidas que justificam o meu turno
sangue suor e sacrifício, alimentando o vicio
o meu bilhete de identidade nesta arte é vitalício !"

 

JJá vejo um raio de luz, o sol acorda cedo
e a cidade conduz cada um ao seu emprego
e eu continuo aqui só no meu mundo




publicado por olhar para o mundo às 13:14 | link do post | comentar

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

O Blog Mudou de casa

Fado Insulano - José Mede...

Cantiga da terra - Zeca M...

"Aprendiz de Feiticeiro -...

Milhafre das Ilhas - Luis...

Sara Tavares - Ter Peito ...

Banho Maria - Não Há Amor...

Sara Tavares - Fitxadu ft...

JUNGLE EVA - TT SYNDICATE

João Granola estreia vide...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
"Estou cheio de arrependimento, cheio de dorese tu...
E é "Não dizem duas quando estão ao pé de ti"...
com o soquete p'lo artelho, um soquete é uma meia.
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds