Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

​Miguel Maat, nasceu em Lisboa em 1978.

A sua iniciação no mundo da música começou em 1988 no Colégio Militar, tendo durante 8 anos pertencido ao Orfeão, primeiro com Soprano e posteriormente como Baixo. Em 1992, já com a guitarra por instrumento foi convidado para a Banda Rock do Colégio Militar, atividade que manteve até perfazer 17 anos.

Em 1998, após ingresso na Academia Militar foi convidado a pertencer à Banda Rock da Academia Militar, onde permaneceu até terminar o curso. Miguel Maat, manteve- se na música atuando em bares e festas privadas com o grupo musical "Impressão Tua", ao mesmo tempo que ia compondo alguns temas em parceria com a letrista Ana Sírius e com outros músicos. Em 2012, fruto do amadurecimento musical e da imensa paixão pela música, surge o seu primeiro álbum a solo "No Silêncio dos teus olhos" um álbum Rock de influências diversas, como Funk, Swing e Jazz.

Em 2013 inicia-se um novo ciclo musical com a integração do Didgeridoo, explorando uma fusão de sonoridades e estilos, tendo por base este instrumento ancestral.

Em 2014 funda a Didge Creature – Escola de Didgeridoo, onde promove e divulga atividades no âmbito deste instrumento, ao mesmo tempo que integra o projecto Vertigem Sonora “Concertos de Didgeridoo, Taças Tibetanas e Instrumentos do Mundo”.

Ainda em 2014 apresenta o seu novo EP "Tatuagem / Bola de Trapos", revelando uma nova tendência Rock & Drone, com integração plena deste instrumento de sopro num Rock/World Music de influências.

Vísdeo de Tatuagem

 

 

www.miguelmaat.net
http://www.facebook.com/miguelmaatoficial

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.