Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

Às vezes, sinto o vento, empurrarme para trás 
Às vezes, ouço a lua dizer que sou capaz 
ÀS vezes, perco a cabeça 
Tenho ou não razão? 
Tudo tem o momento, ofereces redenção 

Às vezes, sinto o sol, puxar-me para si 
Às vezes, ouço a noite dizer que desisti 
Às vezes, tenho a certeza e exijo atenção 
Tudo tem o momento, embala essa paixão 

Eu não preciso que me peças pra ficar 
Tenho certeza que é aqui o meu lugar 
Agora estou à espera, à espera para te amar 
Agora estou à espera, à espera para te amar 

As ruas tão desertas, a chuva já voltou 
Deixei a estrada aberta, o tempo que voou 
Há uma canção que diz tudo é pra todo sempre 
E eu, no meu momento, acredito piamente 

Eu não preciso que me peças pra ficar 
Tenho certeza que é aqui o meu lugar 
Agora estou à espera, à espera para te amar 
Agora estou à espera, à espera para te amar 
Agora estou à espera, à espera para te amar 
Agora estou à espera 

Eu não preciso que me peças pra ficar 
(Eu não preciso que me peças) 
Tenho certeza que é aqui o meu lugar

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email