Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Tu não tens um pingo de vergonha
Tu não tens um pingo de vergonha
E todo o homem sonha em ter alguém assim

Tu não tens um pingo de vergonha
Tu não tens um pingo de vergonha
E todo o homem sonha em ter alguém assim

Eu estou louco, tu não tens um pingo de vergonha.
No meu corpo não há uma parte que se oponha.
Dá-me um arrepio na pele, sinto água na boca, pois tu não esperas que eu suponha.

Uma lady na mesa
Uma louca na cama
Fomos loucos sobre a mesa sem esperar a sobremesa e eu adoro a forma como ela me chama

E quando tu mexes, remexes, te encostas a mim
A roupa a cair lentamente, tu mostras-te a mim
E quando tu mexes, remexes, te encostas a mim
Tu mordes, arranhas, não mudes, eu quero-te assim

Tu não tens um pingo de vergonha
Tu não tens um pingo de vergonha
E todo o homem sonha em ter alguém assim

Ela tem taras e manias

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.