Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

De que te vale a transparência
Se primeiro cegas, se primeiro cegas
Se ao menos o transparente
Pudesse ser olhado
Do aqui ao seu passado
Do aqui ao seu passado

De que te vale ser de vidro
Se primeiro quebras, se primeiro quebras
De que te vale toda a seda
Pano ou estofo corrediço
Se te vês sempre em enriço
Se te vês sempre em enriço

De que te vale a humildade
Se primeiro perdes, se primeiro perdes
De que te vale a deferência
Feito dócil demais disso
Se és rasteiro submisso
Se és rasteiro submisso
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email