Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 


Letra:

Não tenho mais do que sou, é tudo o que eu posso dar
Debitar simples rimas que te fazem brilhar
Sentei, escrevi, esqueci a complexidade
Evoquei a simplicidade da sinceridade
Derramei lágrimas em cima de palavras
Rasguei páginas demasiado complicadas
Enterrei carcassas guardadas em arcas
Fantasmas do passado, almas penadas
Porque a vida é o que eu faço dela, não é?
Agora sim estou pronto pra viver o cliché
E não me falta fé, nem me falta foco
Eu respiro vida e se não crio, sufoco
Vivo orgulhoso do castelo que construí
Pois só eu sei, de tudo o que abdiquei
Para chegar aqui, sim aqui, dentro de ti
cruzei-me contigo e tu disseste és Rei

O que é que eu queria ser? Eu queria simplesmente ser
A melhor pessoa que eu conseguisse ser
E fiz a vida e a vida fez-me
Enquanto me procurava aprendi a conhecer-me
São vantagens da infância dum filho único
Viagens na imaginação até ao infinito
Sobrevoo as misteriosas cidades do ouro
Nasci no Porto, é esse o meu tesouro
Esteja onde estiver, viva onde viver
É sangre azul nas minhas veias a correr
Eu queria ser um super-herói da Marvel
Ajudar pessoas, nunca pensei ser possível
A este nível, e ter um real impacto
Relato o percurso nada fácil, de facto
Agruras do caminho, um duro teste
Mas o que é fácil não serve, como diz o meu Mestre

Um Horizonte pela frente, sigo a música
Aproveito ao máximo, a vida é única
O arrependimento mata, vai, avança
Continua em frente, vive com esperança
Tanto pra construir, caminho a percorrer
Em frente eu vou seguir, sem retroceder
Há um vazio grande, para preencher
A consciência expande, vamos ascender


Sim eu sei, sim eu sei
A vida é o que eu faço dela
Sim eu sei, sim eu sei
A vida é o que tu fazes dela

Vamos... Ascender

 

Escrito por Maze
Produzido por Mundo Segundo
Teclas por Sérgio Alves

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email