Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Inventei fórmulas para te subtrair
Da minha vida, do meu destino, do meu coração
Multipliquei teus defeitos para deixar de amar
Somei teus erros pra deixar de pensar em ti

Mafiei os números
Forjei os resultados
Enganando a mim mesmo
Me convencendo de que não te amava mais
Mas na minha equação ignorei o elemento coração
Que ainda e sempre vai ser teu
Te amo de um milhão
Raiz quadrada do meu coração

He he he
Ignorei os sinais
Te procurei nas camazunças que caíram na minha rede
Mas não te encontrei

Esbanjei lágrimas e dinheiro nas roulottes da cidade
Quantas vezes gritei alto no teu nome com lágrimas de saudades
Te procurei no musseque, não te encontrei
Te procurei no casco urbano, não te encontrei
Já passou quase um ano, não te encontrei
Não te encontrei, não te encontrei

És a receita para eu ser feliz
O ingrediente que faltava e há muito tempo quero
És a solução para eu sorrir diante dos problemas
O aditivo certo para melhorar a minha vida
És o antibiótico perfeito para sarar minhas feridas
És fórmula mágica, a razão mais lógica
Pra eu gritar

Te amo te amo te amo

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.