Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Se não te amo, não sei porque dói
Se não te quero, não sei porque importa
Se não me inspiras, não sei porque escrevo

Se não te respeito, não sei porque choro

Meu amor de não amor, cortei tua pele mais rija
Meu amor de não amor, e deixei que nela ferida
Visses o meu pecado

Já não enxuto os teus olhos
Já não abraço a tua dor
Já não acalmo a tua voz
Já não aqueço o nosso amor

Meu amor de não amor, cortei tua pele mais rija
Meu amor de não amor, e deixei que nela ferida
Visses o meu pecado
Meu amor de não amor, cortei tua pele mais rija
Meu amor de não amor, e deixei que nela ferida
Visses o meu
Visses o meu
Visses o meu

Porque a dor ganhou meu nome
E meu nome não vai mudar
Por isso perdoa-me
Não hoje, não agora, não neste lugar
Mas num dia em que já não te faça chorar

 

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email