Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

18 Ago, 2017

Malabá - Perigosa

 

Letra

 

É preciso ter cuidado com aquelas mulheres bonitas, hum, há umas que são perigosas...

Sinceramente adoro a maneira como ela mexe
Concentra só no pau, adora a maneira como ele cresce
Vê como ela sobe, vê como ela desce
Ela quer, ela pode, que ela é boa da cabeça aos pés

Não existe homem no mundo que rejeite
Aquela perna, aquele rabo, aquele peito
Aquela cintura desenhada com um traço perfeito
Aquele rosto que não podes pôr defeito

O jeito dela é de vêras bué picante
De vêras bué provocante
Tou perante uma mulher a sério
Não dá moral nenhuma
Não bebe e não fuma
E como ganha a vida é um mistério
Deixo ao teu critério
Vê como ela veste, vê como ela grifa
Snifa coca, apanha a pica da moca
Vê como ela tá na moda
Tira foto a noite toda
Rouba atenção, até do homem da outra

[REFRÃO]

Ela é perigosa, é como fazer sexo com uma bófia
Chave de cadeia bandida da moda
Ela é perigosa, daquelas que uma foda acaba a relação
Daquelas que em silêncio arrasta a multidão
Perigosa, cria um ladrão, cobra venenosa
Daquelas que se pedires a mão, até o padre goza
Porque carne mastigada não merece rosa
Ela é perigosa

Gostosa, cheirosa, charmosa
Cobra duzentos euros por um sonho cor de rosa
Na disco não dá prosa, sorri mas não dá bola
Adoro quando ela requebra naquela sola
Segue o ritmo da tarola, nigga aquele cor de jola
Têm grife, têm style, têm escola
Dizem que é sobrinha favorita, aí dum tio de Angola
O único problema é que não têm nada na carola

Não se preocupa com o que dizem, fofocas não lhe atingem
A mural é tão alta se fosse vulgar tinha vertigem
É controversa essa inveja...
E qual é que é o problema se o material não é de origem?
Gosta que lhe brutalizem, que lhe algemem que lhe piquem
Deixa-te marcas na esperança que não cicatrizem
Faz com que as tuas fantasias, se realizem
Já perou com mais de mil, mas a atitude ainda é de virgem

[REFRÃO]

Ela é perigosa, é como fazer sexo com uma bófia
Chave de cadeia bandida da moda
Ela é perigosa, daquelas que uma foda acaba a relação
Daquelas que em silêncio arrasta a multidãoPerigosa, cria um ladrão, cobra venenosa
Daquelas que se pedires a mão, até o padre goza
Porque carne mastigada não merece rosa
Ela é perigosa

Não estou preocupado
Sei que eu danço com o diabo, danço com o diabo em forma de mulher
Não, não estou preocupado, sei que eu danço com o diabo, danço com o diabo em forma de mulher
Não estou preocupado
Sei que eu danço com o diabo, danço com o diabo em forma de mulher

Não estou preocupado
Sei que eu danço com o diabo, danço com o diabo em forma de mulher...

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email