Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Cartaz Tour Lançamento.jpg

 

 

Lydia’s Sleep e Surveillance lançam online os seus primeiros álbuns no dia 16 de Novembro e fazem tour de lançamento em conjunto.

 

Lydia’s Sleep - “If you travel enough through time someone will eventually get old”

 

​​Lydia’s Sleep nasceram em 2010 no coração da Serra da Arrábida onde até hoje compõem e ensaiam. A sua música exprime-se tanto através de linhas mais clássicas do post-rock dos 90’s como por outras vertentes, vincadas pelo math e pelo post-hardcore.

 

O álbum que é agora lançado, foi gravado nos estúdios Pontiaq pela mão de Miguel Vilhena (Savanna) e masterizado por Chris Common (These Arms Are Snakes). Uma narrativa musical onde o sci-fi e a espiritualidade se entrelaçam por analogias e trocadilhos, para dar origem a uma epopeia de extrapolações emocionais de um grupo de amigos influenciados pelo mundo, dentro e fora deles.

 

Single: Lydia's Sleep - Isabellinism

 

 

Surveillance - 'ORIONZEBELT'

 

Surveillance é uma secção rítmica em esteróides. As composições são baseadas no som do baixo e da bateria, mas não deixam de extrapolar para universos sonoros paralelos, cheios de poder e psicadelismo.

 

'ORIONZEBELT' é o primeiro álbum de longa duração da banda. Um percurso espiritual que pretende realçar limitações, obrigando a ultrapassá-las de forma visceral. Onze temas que abrasam e libertam o físico e o celeste.

 

Gravado nos Blacksheep Studios, com a produção de Makoto Yagyu e Fábio Jevelim (PAUS/Riding Pânico), conta com a participação de músicos como Pedro Tatanka (The Black Mamba) e Alex D'Alva Teixeira (D’Alva).

 

Single: Surveillance - Nightshade

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email